Apresentação   |    Estatuto editorial   |    Conteúdos na mão   |    Correspondentes   |    Publicidade   |    Contactos   |    Newsletter
Entrar   |    Registe-se   |    Ajuda
Aveiro, Portugal
Sexta-Feira, 20 Outubro 2017
18 ºC
Chuviscos leves
Siga-nos!    Siga-nos!    Mypub gestor online publicidade
Onde Estou? Página Inicial » Actualidade » Noticiário
Pesquisar
Anadia: Dirigente usou empréstimos a IPSS para pagar ao sogro
20 abr 2017, 23:07

Ex-presidente de associação de solidariedade social confessou o desvio de quase 70 mil euros, embora negando que tivesse sido com fins pessoais.

A. Barreto, 46 anos, que liderou o Clube d´ Ancas, associação de solidariedade social, recreativa, formação e cultural, com sede em Anadia, começou a ser julgado esta quinta-feira por peculato, crime pelo qual responde também a esposa, que era tesoureira.

O arguido confirmou que utilizou indevidamente 67 mil euros de um bolo de 125 mil que tinham sido emprestados por dois amigos da Instituição Particular de Solidariedade Social para fazer face a encargos bancários urgentes no âmbito da aquisição de terrenos destinados a erguer uma obra social.

O ex-presidente assumiu que o dinheiro foi desviado para contas da empresa do sogro, onde diz exercer funções de comercial e não é o "gerente de facto", como imputa a acusação do Ministério Público.

A. Barreto disse que cometeu "o erro de ceder à pressão" do familiar que, invocando pretensos problemas financeiros, quis ser ressarcido de verbas que, ao longo do tempo, teria adiantado informalmente para despesas em momentos de ´aperto´ da tesouraria da instituição durante 12 anos.

Outros sócios terão entregue dinheiro com os mesmos propósitos, também na ordem dos milhares de euros.

O arguido esclareceu que o sogro consta na contabilidade, à data da queixa, em 2013, como credor e negou que tivesse usado cerca de nove mil euros para benefício próprio, pelo contrário julga-se credor de 14.500 euros. "Não retirei dinheiro para pagar a minha parte em falta", garantiu.

"Reconheço que o dinheiro não teve o destino que estava decidido, mas queria atender o problema do meu sogro e trabalhar para resolver as dificuldades. A única coisa que fiz foi não pagar a uns credores e pagar a outro", afirmou, admitindo que não dera qualquer conhecimento prévio aos sócios e amigos do Clube que contavam com o dinheiro para saldar o empréstimo bancário.

Tags:
Notícias Relaccionadas
12 jun 2017, 23:33 Anadia: MP dá provado peculato em IPSS e pede "algum tipo de reparação"
17 jul 2017, 15:13 Anadia: Ex-presidente, ex-tesoureira de IPSS e sociedade familiar condenados a devolver dinheiro desviado com fins pessoais
Classifique esta notícia:  Sem classificação
  Comentar Artigo   Imprimir Artigo   Enviar Artigo   Partilhar Artigo
0 Comentário(s)
Galerias Relacionadas:
  0 video(s)
  0 som(s)
  0 documentos(s)
Outras Informações:
Visualizações: 2412
Tamanho do texto: A- A+

Últimos Vídeos
Mais comentadas
Mais lidas
Pesquisa de imóveis »
 
Apartamento T2
Venda - Usado
Aveiro
Aveiro, São Bernardo
Consultar Imóvel »
Moradia Geminada T4
Venda - Em Construção
Aveiro
Aveiro, Aradas
Consultar Imóvel »
Quartos   
Inquérito »