Aveiro, a Veneza portuguesa

454
Canal central, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

Há muito que Aveiro integra os principais roteiros internacionais. Celebrizada como “Veneza Portuguesa”, a cidade acolhe milhares de turistas nacionais e estrangeiros todos os anos.

A cidade é, nos dias que correm, ponto de visita quase obrigatório para quem pelo nosso país passa.

Os canais da Ria, comparados aos de Veneza e de outras cidades europeias como Brugges ou Amesterdão, são uma imagem de marca da cidade de Aveiro, representando, para muitos, um cenário idílico.

Os barcos moliceiros, hoje potenciadores do turismo, outrora serviram um outro propósito: retirar o moliço das águas, uma planta utilizada como fertilizante para trabalhos agrícolas. Nos dias que correm, Aveiro é sinónimo de turismo e de tudo o que daí advém, esforçando-se por disponibilizar uma oferta diversificada a quem visita a cidade, desde o ponto de vista cultural/lúdico ao gastronómico.

Ir a Aveiro e não andar num moliceiro é, para muitos turistas, como “ir a Roma e não ver o Papa”, dado que estamos a falar de um dos ex líbris da cidade. Além dos passeios pela ria, há uma outra imagem de marca inevitavelmente associada a Aveiro: os ovos moles, iguaria cuja história é brevemente comentada em https://www.viaverde.pt/particulares/.

Os turistas portugueses estão perfeitamente familiarizados com os ovos moles, mas para os estrangeiros esta delícia da doçaria conventual aveirense costuma ser uma agradável surpresa. Criado pelas freiras que ocupavam os conventos aveirenses até ao século XIX, os ovos moles foram passando de geração em geração até se tornarem um autêntico sucesso e um elemento indissociável de Aveiro. No entanto, desengane-se quem crê que só os ovos moles fazem as delicias de quem por Aveiro passa (e dos próprios aveirenses, claro!).

Em Aveiro é possível comer boa carne? Sim! Porém, sem surpresas, Aveiro é sobretudo sinónimo de peixe e marisco, atendendo à proximidade tanto com a ria como com o mar. Assim, saborear uma caldeirada de enguias é sempre algo a ter em consideração quando se visita Aveiro. Por fim, salgadas ou doces, as tripas à moda de Aveiro são também de apreciar.

E, se é de culinária que estamos a falar, torna-se coerente invocar um elemento com o qual costumamos partilhar a mesa: o sal. As salinas de Aveiro são também uma imagem de marca da cidade e, simultaneamente, um ponto de grande atração turística. A exploração do sal é também algo de identitário e representativo do ponto de vista turístico para quem visita Aveiro.

Também de cultura se faz Aveiro, com diversos espetáculos ao longo de todo o ano nas suas principais salas, sem descurar os museus, como o Museu de Aveiro – Santa Joana Princesa, o Museu Arte Nova ou o Ecomuseu Marinha da Troncalhada. Sites como o do Portal de Aveiro e da Câmara Municipal de Aveiro fornecem mais informações a respeito desses locais. Para quem preferir um programa distinto em Aveiro, privilegiando planos mais voltados para a diversão noturna, as opções também são várias, com inúmeras discotecas e bares dançantes. Se tiver gosto pelo jogo, fique a saber que no distrito também tem um casino, nomeadamente o de Espinho. Lá poderá jogar nas populares opções que constam em qualquer estabelecimento do tipo, como poker, slots e a tradicional roleta, cujas estratégias e regras podem ser verificadas em sites especializados no assunto, como https://www.casinos.pt/jogos/roleta/, que, além disso, também comenta os tipos de roleta existentes. Como vemos, a diversidade cultural e relacionada também ao entretenimento é bastante vasta em Aveiro, o que faz do destino muito completo se somarmos a isso a qualidade gastronómica encontrada na região.

As praias e o surf

Para quem aprecia surf, a zona de Aveiro é com toda a certeza um destino de eleição. Para além da Praia da Barra, que recebe o tradicional primeiro banho do ano, já comentado em https://www.noticiasdeaveiro.pt/, há muitas outras que permitem aos surfistas desfrutar da sua modalidade de eleição, entre as quais as Praias de São Jacinto ou da Costa Nova e as suas típicas casas coloridas.
Nos dias que correm, é possível fazer qualquer coisa em breves segundo através de uma aplicação. Desde solicitar um serviço de transporte, pedir comida ou consultar informação relevante de forma instantânea. No caso das praias, a tecnologia também se tem colocado ao serviço dos banhistas e em diversos eixos. Por exemplo, se quiser verificar como estão as ondas na Praia da Barra, basta aceder a Beachcam. Já para verificar a lotação das praias, o SmartCounters pode ser uma boa opção.

No entanto, nem só a fazer surf se pode desfrutar da beleza aveirense e, cientes disso, os responsáveis da Autarquia têm procurado explorar e potenciar a beleza natural da cidade e seus arredores. A Via Ecológica Ciclável, inaugurada em 2018 e constituída por passadiços de madeira, corresponde a uma ótima infraestrutura para desfrutar na Ria de Aveiro em espaços habitualmente menos frequentados. Se ainda não conhece a Ria, passe por lá. Se conheceu antes da inauguração dos passadiços, aproveite para conferir. Se já desfrutou da Via, a primeira certamente não foi a última, tal a beleza do caminho. De pé ou de bicicleta, deixe-se encantar pela beleza da Ria, traço identitário da cidade de Aveiro.

O Notícias de Aveiro tem canais próprios para informação institucional ou não jornalística, nomeadamente o canal ‘Comunicados’, assim como informação útil, promoções comerciais ou inclusão de referências publicitárias, como é o caso deste artigo, utilizando os canais ‘Iniciativas’, ‘Roteiro’ e ‘Aveiro Work Point’ »» ler estatuto editorial

Publicidade, Serviços & Donativos