Mercadona continua a aumentar as compras nacionais, incluindo do distrito de Aveiro

789
Pão de Ló (Mercadona).

A Mercadona reforçou o volume de compras a fornecedores nacionais e a sua aposta no setor primário português, tendo aumentado 49% em 2023 face a 2022. A empresa, que conta já com 49 lojas em território nacional, incluindo no distrito de Aveiro, informa que comprou cerca de 1.178 milhões de euros a 1.000 fornecedores comerciais e de serviços.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Um valor “que aumentará em 2024 com a abertura de mais 11 supermercados em Portugal, chegando a dois novos distritos: Guarda, já no próximo dia 16 de maio, e Évora, em outubro.”

Desde a instalação em Portugal (2019), a Mercadona passou de um investimento de 217 milhões de euros para os atuais 1.178 milhões de euros. Atendendo ao “objetivo de oferecer os produtos mais frescos e com a máxima qualidade aos ‘Chefes’ (clientes)”, a Mercadona afirma-se manter-se “fiel ao seu compromisso de desenvolvimento de uma Cadeia Agroalimentar Sustentável, apostando no setor primário português e desenvolvendo com os seus fornecedores relações estáveis, de compromisso e a longo prazo, permitindo um crescimento sustentável para todos os elos da cadeia.”

Fornecedores no distrito de Aveiro

No distrito de Aveiro, onde a empresa tem oito supermercados e abrirá este
ano mais um, colabora, por exemplo, com a Coperativa Agricola de Oliveira
do Bairro e Vagos (CALCOB), localizada em pleno coração da Bairrada, uma
zona com forte tradição agrícola e que fornece para a Mercadona alfaces,
couve-roxa ralada, preparados para sopa, entre outros hortícolas. É também
em Aveiro que a Mercadona compra tostas e mini tostas para o seu sortido
à empresa Diatosta

Discurso direto

“De norte a sul de Portugal é possível encontrar uma vasta diversidade de produtos, desde a pera rocha do Oeste aos lácteos dos Açores. Na Mercadona trabalhamos diariamente para que seja possível encontrar, em todas as secções, um sortido variado e que permita ao ‘Chefe’ levar para casa um carrinho de compras de qualidade e à portuguesa. Esta aposta na produção nacional permite uma maior frescura dos nossos produtos e, ao longo destes quase cinco anos em Portugal, temos tido a oportunidade de trabalhar com excelentes fornecedores, bastante motivados e com vontade de crescer connosco” – Pedro Barraco, diretor da Cadeia Agroalimentar da Mercadona.

Continuar para mais informações.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.