‘Arte bruta’ / Desenho: Exposição de Jaime Fernandes no Centro de Arte Oliva

333
Desenho de Jaime Fernandes.
Dreamweb 728×90 – Video I

Diagnosticado com esquizofrenia, Jaime Fernandes (1899-1969) foi internado no Hospital Miguel Bombarda no final da década de 30 do século passado. Aos 60 anos, quando estava já há mais de 30 na instituição, começou surpreendentemente a desenhar.

Hoje é um dos nomes mais reconhecidos na Europa no campo da arte bruta, designação que abarca criações artísticas livres pessoas institucionalizadas em hospícios ou presas.

Mais de 40 desses desenhos – provenientes de diversas coleções particulares de Portugal, França, Suíça e Áustria e de instituições nacionais e internacionais, como a Fundação Calouste Gulbenkian e a Collection de l’Art Brut, de Lausanne – vão estar patentes do Centro de Arte Oliva (CAO), em S. João da Madeira, a partir de sábado, 9 de outubro, numa exposição intitulada “Jaime: ‘vi uma cadela minha com lobos'”, com inauguração marcada para as 17:00.

Continuar a ler mais informações.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.