Tribunal: Suspeito de crime de incêndio florestal agravado nega

536
Tribunal de Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

O Ministério Público de Aveiro pediu pena de prisão suspensa para um arguido acusado de ter ateado um incêndio, em 5 de julho do ano passado, em Sever do Vouga, num pinhal de uma mulher por causa desta recusar um relacionamento amoroso.

A decisão do Tribunal de Aveiro será conhecida a 15 de março, refere o Correio da Manhã.

Continuar a ler artigo.

Artigo relacionado

Suspeito de fogo florestal em Sever do Vouga por vingança ficou em prisão preventiva

Publicidade, Serviços & Donativos