PSD de Aveiro não recandidata presidentes de Junta do partido em funções, excepto S. Bernardo

2871
PSD.
Dreamweb 728×90 – Video I

A coligação PSD – CDS irá apresentar novos candidatos às freguesias do concelho de Aveiro onde tem a presidência, avança um comunicado do PSD.

Aradas, Cacia, Esgueira, Oliveirinha, Santa Joana e União de Freguesias da Glória e Vera Cruz irão apresentar novos cabeças de lista, informa a ‘Aliança com Aveiro’.

Manter-se-ão apenas os candidatos às freguesias de S. Bernardo (Henrique Vieira, independente) e S. Jacinto, onde concorreu Arlindo Tavares, que perdeu as anteriores eleições para António Aguiar (PS).

Eixo-Eirol (presidida pelo PS) e Requeixo, Nossa Senhora de Fátima e Nariz (Aliança) completam as freguesias do concelho. Esta última foi encabeçada por Antero Santos (CDS), falecido em setembro de 2019, que veio a ser substituído por Miguel Silva.

Nenhum dos presidentes de Junta eleitos em 2017 pela coligação estava impedido de ser recandidato a novo mandato.

Firmino Ferreira, presidente da Junta de Oliveirinha, liderou uma lista apoiado por outros autarcas de freguesia às últimas eleições para a concelhia do PSD contra Vitor Martins, recandidato que viria a ser eleito.

Artigo relacionado

Vitor Martins reeleito presidente do PSD concelhio de Aveiro por 39 votos

A apresentação dos candidatos da ‘Aliança com Aveiro’ para as freguesias decorrerá até ao final desta semana.

“Porque vivemos num Estado de Direito, os partidos políticos e os candidatos têm o direito e o dever de prosseguir em conformidade com as respetivas competências e essas não são susceptíveis de poder ser violadas e/ou subvertidas”, refere o comunicado, considerando que o que se faça “à margem deste modelos de respeito pelas regras e pela Lei em desvio ou confronto com as orientações das estruturas concelhias do partido, será devidamente tratado em sede própria, nos órgãos internos e outros”.

Uma referência que poderá resultar de estar a ser preparado um autárquico de balanço do mandato à margem dos partidos.

A coligação adianta ainda que já houve reuniões com o cabeça de lista à Câmara, Ribau Esteves, através da comissão autárquica concelhia, que “clarificou que o processo autárquico será gerido e liderado pelos orgãos concelhios”, cumprindo a lei a que, por sua vez, os candidatos se devem submeter.

Ao contrário das duas anteriores coligações, desta vez não haverá mais nenhum partido no projeto autárquico, ficando, assim, o PPM de fora.

Discurso direto

“Foi ainda afirmada a revigorada vontade de prosseguir esta caminhada, com listas de candidatos novos, com novas ideias e projetos que engrandeçam Aveiro, mas acima de tudo num caminho assente numa maior proximidade com todos os cidadãos e na resposta aos seus anseios e necessidades. Trata-se de um processo que pretende engrandecer não apenas as candidaturas que se apresentarão às próximas eleições autárquicas,mas também constituir-se como um caminho de regeneração e revigoração positiva de quadros do partido que se possam perfilar para 2025″.

Consultar comunicado do PSD

Artigos relacionados

Aveiro: PSD faz grande renovação na proposta de listas para a nova coligação com o CDS

Aveiro: PSD deu parecer favorável a recandidatura de Ribau Esteves em plenário que deixou militantes à porta

Publicidade, Serviços & Donativos