Os homens estarão prontos para um relacionamento a sério com uma mulher que trabalhe na indústria de adultos?

306

Uma variedade de serviços eróticos são populares por todo o mundo: striptease, venda de fotos íntimas, comunicação virtual em chats online, transmissões de webcam e muito mais. 

Começámos a pensar como é que os homens modernos veriam as mulheres que trabalham na indústria adulta. Continuariam a comunicar com uma mulher na vida real se descobrissem que ela tinha experiência na indústria de adultos?

Uma vez levantada a questão, decidimos conduzir um inquérito entre os homens e descobrimos histórias curiosas sobre as reações dos homens a situações como esta e sobre como as suas relações com essas mulheres se desenvolveram. Publicamos aqui as respostas mais interessantes, preservando o anonimato dos participantes.

Tomas, 34 anos: casado com uma antiga modelo de webcam

Para aqueles que ainda não sabem, vamos esclarecer que modelos de webcam são mulheres que transmitem através de uma câmara web e comunicam com utilizadores de diferentes países numa sala de chat online, ganhando um valor razoável por isso. Há sites especiais para transmitir e era num desses que a mulher deste homem costumava trabalhar. Eis o que ele tem a dizer sobre isso:

“Nessa altura já namorávamos há algum tempo, já planeávamos ir morar juntos. Estava tudo a tornar-se sério, discutíamos diferentes opções. E um dia ela contou-me que costumava trabalhar como modelo no BongaCams. Bem… claro, não posso dizer que tenha ficado satisfeito. Fiquei um bocado chateado com aquilo, mas, de um modo geral, não afetou a minha atitude de nenhuma forma. Ela estava a passar por um mau bocado nessa altura, precisava de dinheiro e a oportunidade surgiu. Ela começou a ganhar bom dinheiro, conseguiu pagar uma segunda licenciatura universitária, comprou um carro… Nem nunca pensei que as mulheres conseguissem ganhar tanto dinheiro online! Agora, estamos ótimos e estou feliz por estarmos juntos.”

Francisco, 28 anos: numa relação com uma mulher que ganha dinheiro a vender as suas fotos íntimas

Outra história interessante foi contada por um homem de 28 anos. Ele relatou que começou a namorar com uma mulher e só mais tarde descobriu que ela vendia as suas fotos eróticas na Internet.

“Eu sabia que ela gostava de fazer nus… Agora está tão na moda. Mas não fazia ideia de que ela vendia essas fotos a alguém. No início, irritou-me que eu não soubesse de nada, mas depois gradualmente apercebi-me de que ela gostava de se sentir sexy e ganhar dinheiro com isso, alimentando a sua autoconfiança. Depois de discutir tudo isso, até acabámos mais tarde por escolher uma boa câmara juntos, para que ela tirasse fotos melhores. Pode-se dizer que agora atingimos uma nova fase na nossa relação: mais intimidade e compreensão mútua.”

Martim, 29 anos: não se importa de namorar com uma mulher que trabalha na indústria para adultos

Também ponderámos o que pensarão os homens que nunca enfrentaram uma situação como esta. Como reagiriam se descobrissem que a mulher por quem estão apaixonados trabalhava ou já tinha trabalhado na indústria para adultos? A maioria dos homens jovens disse não ver nenhum problema nisso. O Ivan, por exemplo, sugeriu que provavelmente não se importaria:

“Acho que se gostarmos mesmo de uma rapariga, chegamos a um compromisso em praticamente qualquer situação – basta querer! Provavelmente, começaria por descobrir que trabalho era e porque é que ela o tinha escolhido. Por exemplo, se ela gostar da atenção que recebe, é compreensível. Muitas mulheres gostam de se sentir atraentes – pela mesma razão, tiram montes de selfies e publicam stories constantemente, recebendo assim muitos gostos. Porque não ganhar também dinheiro com isso? 🙂 Eu lembro-me de uma vez estar a conversar com uma modelo no BongaCams. Ela disse-me que o namorado dela sabia que ela trabalhava num site de webcam e que já namoravam há muito tempo. Acho que se não houver uma ameaça ao relacionamento e se houver confiança total entre o casal, é possível encontrar uma solução que os faça feliz aos dois. O mais importante é que não devem haver mal-entendidos ou dúvidas. Em suma, eu provavelmente não me importaria.

A avaliar por estas e muitas outras histórias, podemos dizer os homens modernos não excluem a possibilidade de namorar com uma mulher que trabalha ou tem experiência na esfera da indústria para adultos. Aliás, muitos deles veem os aspetos positivos disso e falam abertamente sobre as suas perspetivas. A maioria dos homens gosta do facto de a sua namorada ou parceira ser suficientemente bonita e sedutora para deixar uma impressão marcante e atrair a atenção de muitos homens. Além disso, entre as vantagens, muitos deles realçam o dinheiro que estas mulheres ganham na indústria para adultos, que as ajuda a serem financeiramente independentes dos parceiros. Obviamente, há cada vez menos preconceito na sociedade e, para além da procura crescente pelo entretenimento adulto, o âmbito dos serviços eróticos também está em expansão.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.

O Notícias de Aveiro tem canais próprios para informação não jornalística »» ler estatuto editorial.