Ílhavo recebe reunião de planeamento do maior simulacro de sempre em Portugal

1298
Proteção Civil (imagem genérica).

O auditório do Museu Marítimo, em Ílhavo, acolhe, esta terça-feira, a partir das 14:30, a conferência final de planeamento do exercício europeu de Proteção Civil CASCADE’19, apresentado como “o maior de sempre em território nacional”.

O encontro de trabalho terá a participação de “dezenas de entidades nacionais e das equipas estrangeiras, seguida de visita a alguns dos cenários do distrito de Aveiro”, refere uma nota de imprensa da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

“O detalhe sobre os cenários está, no entanto, reservado até ao início do exercício, de forma a produzir uma reação o mais próxima possível da realidade por parte de todos os participantes”, acrescenta o comunicado.

Organizado pela ANEPC, com a colaboração da Direção Geral da Autoridade Marítima, o exercício é cofinanciado pela União Europeia.

Em Portugal, irá decorrer nos distritos de Aveiro, Évora, Lisboa e Setúbal (cerca de 20 localidades), abrangendo mais de 60 cenários distintos.

Os simulacros para testes de resposta da Proteção Civil apontam para cenários de “condições meteorológicas adversas, como precipitação muito intensa no distrito de Aveiro, e um evento sísmico que afeta os distritos de Évora, Lisboa e Setúbal”, que desencadeiam uma série de ocorrências em cascata, como cheias, poluição marítima, ruturas de barragens, acidentes químicos, colapso de estruturas, acidentes ferroviários e rodoviários, e incêndios urbanos”, gerando “danos materiais avultados e um número significativo de vítimas mortais”.

Artigo relacionado

‘Cascade 19’ testa resposta à abertura de emergência das comportas de Ribeiradio

Publicidade, Serviços & Donativos