Expansão do EcoParque Empresarial segue para concurso público

943
Ecoparque, Estarreja.
Smartfire 728×90 – 1

O município de Estarreja colocou em andamento o concurso público para a terceira fase das obras de expansão do EcoParque Empresarial, com preço base de cerca de 4,8 milhões de euros.

O projeto, a concluir no prazo de um ano, reconhece “a importância de criar um ambiente propício ao desenvolvimento empresarial” do concelho.

A autarquia recorda que “tem vindo a implementar nos últimos anos um conjunto de iniciativas orientadas para a melhora das condições de acolhimento e para o fomento da atividade empresarial”, com destaque para o EcoParque Empresarial.

“Uma área de acolhimento empresarial com preocupações de crescimento económico, de proteção do ambiente e de desenvolvimento”.

A expansão da zona industrial “será o impulso definitivo para o reconhecimento de Estarreja, a nível nacional e internacional, como um modelo de referência de ecologia industrial, ambiental e social”.

É, também, “uma da política municipal de desenvolvimento e promoção da estrutura produtiva local de valorização e dinamização do tecido industrial local”.

13 anos depois do início das obras de infraestruturação, a Câmara entende que é chegada a hora de “um novo ‘salto’ em termos de desenvolvimento”, após a estabilização da primeira fase (parte sul) e da segunda fase, que envolveu a construção do edifício da área social e prolongamento do acesso principal (avenida do Pacopar).

A expansão para norte, atingindo a dimensão atual, aproveitou a construção da varainte norte (EN224) de ligação à A1 e A29.

O Ecoparque ficou com uma área de 289,7 hectares, o dobro do arranque.

O investimento novo, em infraestruturas, prevê arruamentos e a primeira fase do polígono Norte – Poente, rede de abastecimento de água, rede de águas pluviais, infraestruturas elétricas, telecomunicações, gás, entre outras, para servir futuras empresas nos 33 lotes abrangidos.

Município de Estarreja expropria para ampliar zona industrial

Estarreja: Câmara e Bondalti colaboram na expansão de zona industrial