Aveiro Norte: Pedida maior celeridade nas obras de melhoria da Linha do Vouga

3251
Foto do Facebook do MCLV.

O Movimento Cívico pela Linha do Vouga (MCLV) tomou posição pública a manifestar “preocupação” relativamente “aos constrangimentos verificados nas circulações diárias de comboios provocados pelo avanço dos trabalhos de renovação integral de via”.

“Temos recebido diversas queixas por parte de utentes e funcionários da CP – Comboios de Portugal, sobretudo, devido aos atrasos resultantes da limitação da velocidade de circulação a 10km/h na extensão já intervencionada”, alerta o grupo informal defensor da secular linha ferroviária que divulgou também um vídeo a retratar o problema.

A obra, que teve início há cerca de um mês e meio na estação de Oliveira de Azeméis, já se encontra à saída do apeadeiro de Santiago de Riba-Ul, com uma execução de dois quilómetros de distância do ponto inicial.

“No entanto, verificada a ausência de maquinaria para a realização do ataque mecânico pesado na zona intervencionada, significa que temos dois quilómetros de obra inacabada e comboios a circularem a uma velocidade extremamente reduzida. Apelamos, portanto, às entidades responsáveis pela execução da obra, nomeadamente a Steconfer e a Infraestruturas de Portugal, para que sejam céleres na resolução deste problema e que façam os esforços necessários para que a maquinaria (atacadeira) chegue o quanto antes à Linha do Vouga, para que a obra possa ser totalmente finalizada na zona já intervencionada e, desse modo, seja reposta a velocidade normal de circulação afim de se evitarem os constrangimentos por nós denunciados” pede o MCLV.

Artigos relacionados

‘Vouguinha’: Arrancou a renovação da via entre Oliveira de Azeméis e SM da Feira

‘Vouguinha’: IP lança a concurso reabilitação do troço Ol. de Azeméis – Sernada

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.