União de Lamas exige “mão pesada” na responsabilização de autores de desacatos em Ovar

917
Facebook do União de Lamas.
Dreamweb 728×90 – Video I

“Não nos revemos nestes comportamentos e exigimos mão pesada para os prevaricadores”. A direção do União de Lamas reagiu, em comunicado, aos acontecimentos ocorridos no jogo disputado domingo passado, em Ovar, em que o guarda-redes da equipa feirense foi agredido por um adepto, motivando a interrupção da partida a contar para a 13ª jornada da divisão de elite do futebol distrital.

O União de Lamas anunciou que irá participar ao Comando Distrital de Aveiro da Polícia de Segurança Pública “os factos e solicitar que sejam apuradas responsabilidades pelo inadequado planeamento da operação de segurança do evento”, bem como “exigir uma indemnização pelos danos provocados pelos adeptos” da casa nos autocarros da comitiva lamassense.

Seguiu também uma participação à Associação de Futebol de Aveiro com “todos os factos que ocorreram, dentro e fora de campo, e que motivaram a suspensão do jogo”, estranhando que “enquanto entidade organizadora da competição”, não tivesse “a preocupação de saber o estado em que se encontrava o atleta que foi agredido numa competição que organiza”. Um “lamentável episódio” que belisca gravemente o futebol distrital aveirense e os seus responsáveis”,

Artigo relacionado

Ovar / Futebol distrital: Guarda-redes agredido por adepto sai de maca para o hospital

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.