Vale de Cambra / Estratégia turística: Um plano de ação exigente, mas exequível

3013
'Vale Mágico', Vale de Cambra.
Smartfire 728×90 – 1

Estou certo que Vale de Cambra tornar-se-á um destino turístico de referência pela forma como se irá desenvolver, melhorando o futuro das nossas aldeias, serras e rios, das nossas tradições, usos e costumes.

Por José Pinheiro *

É com agrado que vos apresento a Estratégia para o Turismo de Vale de Cambra (2020-2025). Esta define o caminho a seguir para que o turismo se desenvolva no nosso território, de forma sustentável e com benefícios para todos.

Este documento, que reúne as diretrizes estratégicas do destino, foi construído com a colaboração das empresas locais e dos seus empresários, de associações e diversas instituições e de muitos Valecambrenses, os quais congratulo pela participação ativa.

Reflete, portanto, os seus anseios e a sua visão sobre o futuro deste setor no nosso território.

É unânime o desejo de que Vale de Cambra se afirme no mercado turístico com base nos recursos que nos diferenciam dos demais destinos: na forma genuína como acolhemos os nossos visitantes e lhes proporcionamos vivências únicas; e na segurança oferecida durante a experiência turística – devido às excelentes infraestruturas e serviços de apoio (conjunto de forças de segurança especializada e condições de acesso rodoviário).

Todos reconhecemos o potencial que as nossas freguesias têm em termos de recursos naturais, culturais e históricos e este é o momento de o capitalizar para aumentar a atratividade turística de Vale de Cambra.

Em termos culturais, e porque a história da nossa terra está intrinsecamente ligada aos lacticínios, este elemento irá suportar uma oferta cultural de elevado valor.

Nota ainda para o papel que pretendemos atribuir às nossas aldeias, que poderão ser um importante motivo de visita ao destino. Estas serão fundamentais para a oferta turística local, pois cruzam todos os produtos turísticos, juntam o território, dão vida à serra e dinamizam as tradições e produtos regionais.

Quanto à operacionalização da Estratégia, esta suportar-se-á na implementação de um conjunto de ações que envolvem o setor público, o setor privado, as associações e os residentes. Este é um plano de ação exigente, mas exequível e que dá resposta aos principais desafios que os empresários enfrentam.

A Estratégia para o Turismo de Vale de Cambra está igualmente enquadrada com as diretrizes estratégicas do setor do turismo, em termos nacionais e regionais, colocando-nos numa posição competitiva quanto ao acesso a fundos comunitários, essenciais para o investimento em turismo.

A atração de investimento será de facto uma das nossas prioridades ao longo do período vigente deste plano e, por isso, definimos um modelo de gestão que contempla a criação de uma equipa de implementação com a responsabilidade de apoiar potenciais investidores.

É fulcral termos um produto turístico mais estruturado e sólido, ao longo de toda a cadeia de valor, e sem investimento isso não será possível.

Por fim, congratulo todos aqueles que de uma ou outra forma conseguiram envolver os stakeholders do território neste complexo e desafiante projeto.

Estou certo que Vale de Cambra tornar-se-á um destino turístico de referência pela forma como se irá desenvolver, melhorando o futuro das nossas aldeias, serras e rios, das nossas tradições, usos e costumes.

A partir de agora, cabe a todos trabalhar em conjunto e na mes-ma direção, para operacionalizarmos o desenvolvimento desta atividade económica que beneficiará os que seguirem esta linha.

Do lado do Município, fica a garantia do nosso empenho no futuro do turismo de Vale de Cambra e que, em forte colaboração com as empresas, associações e comunidade, tudo faremos para tornar o nosso concelho mais atrativo para trabalhar, para viver e para visitar.

Estratégia para o Turismo de Vale de Cambra (2020-2025)

José Pinheiro (ao centro), presidente da CM de Vale de Cambra.

* Presidente da Câmara de Vale de Cambra.

Publicidade, Serviços & Donativos