Um ano do Estaleiro – Estação Científica de Ílhavo

813
Estaleiro - Estação Científica de Ílhavo.
Smartfire 728×90 – 1

Inaugurado há 1 ano, dia de aniversário da restauração do Concelho de Ílhavo, o Estaleiro – Estação Científica de Ílhavo é um espaço municipal que tem como objetivo promover a divulgação científica, através de atividades nas áreas das ciências, da robótica e da programação, despertando o interesse pelos fenómenos científicos envolventes, apresentando ainda uma forte componente de ligação à história local, muito em específico à longa tradição marítima de pesca de Bacalhau, à confeção de padas e folar de Vale de Ílhavo e, ainda, à produção de porcelana.

Este projeto surgiu da reestruturação do espaço do antigo Fórum Municipal da Juventude de Ílhavo aproveitando os 3 andares do edifício para efeitos distintos que culminam no conceito-base de proporcionar, à comunidade em geral, o desenvolvimento da sua literacia científica, assim como o interesse pelos fenómenos científicos que nos rodeiam através de atividades práticas de ciências. Neste sentido, foram criados os seguintes espaços: “Casa das Máquinas”, “Casa do Leme”, “Messe” e “Ponte”.

Este é um espaço privilegiado enquanto promotor do ensino das ciências, tecnologia e robótica, no qual são realizados diferentes eventos e atividades para a comunidade educativa, famílias e público em geral. Também no âmbito do Serviço Educativo Municipal de Ílhavo (SEMI), o Estaleiro apresenta um conjunto de propostas educativas diversificadas, que pretendem reforçar e complementar os currículos dos vários anos de escolaridade, desde o Pré-Escolar ao Secundário.

O Estaleiro rapidamente conquistou o seu espaço junto da comunidade, através da marcação de visitas de grupos (de Escolas e Instituições) e da adesão às atividades proporcionadas no âmbito do “Dia Aberto” e Workshops. E em menos de dois meses o Estaleiro recebeu 1.267 visitantes.

Face ao surto pandémico da COVID-19 e ao cancelamento das atividades no início do mês de março de 2020, o Estaleiro soube adaptar-se à nova realidade e desempenhar um papel ativo através da produção de viseiras, com recurso às impressoras 3D (quer do Estaleiro, quer dos Agrupamentos de Escolas do Município de Ílhavo e da Biblioteca Municipal de Ílhavo). Assim, com 5 impressoras 3D em funcionamento deu-se início a um processo de produção de viseiras (validadas pelo Hospital Infante D. Pedro e por profissionais do Centro de Saúde da Gafanha da Nazaré), tendo sido produzidas e entregues 942 viseiras a Centros de Saúde, ao Centro Hospitalar do Baixo Vouga - Aveiro, aos Bombeiros Voluntários de Ílhavo, a IPSS e Escolas.

Apesar de estar de “portas fechadas”, o Estaleiro continuou a trabalhar em diversos projetos, dando continuidade às suas iniciativas de forma reinventada:

- “Desafios Estaleiro” através de vídeos curtos, que permitiram demonstrar a execução e explicar os diferentes conceitos; a celebração de um protocolo de colaboração “Academias Gulbenkian do Conhecimento”, com a Fundação Calouste Gulbenkian tendo em vista a promoção de competências sociais e emocionais - Comunicação, Pensamento criativo e Resolução de problemas dirigido a crianças e jovens, até aos 25 anos;

- RADAR – Programa de Apoio à Comunidade Educativa, cuja ação estava assente em três eixos prioritários: apoio alimentar, disponibilização de equipamento informático e a criação e facilitação de conteúdos pedagógicos em plataformas comunicacionais. A escolha do Estaleiro para palco destas gravações surgiu no enquadramento deste com as ciências, potenciando o trabalho iniciado na Atividade de Enriquecimento Curricular (AEC) de Ciência a Brincar;

- “Entrevistas com Ciência” no âmbito da Rádio 23 Milhas, com emissão semanal de 17 de abril a 26 de junho de 2020, às 17h00, através de frequência FM (105.0) e através do Facebook do 23 Milhas. Esta rubrica teve como objetivo dar a conhecer o Estaleiro enquanto projeto e equipamento municipal, através da realização de entrevistas com vários convidados. Ao longo de cerca de 20 minutos foram abordados temas, eventos, experiências, entre muitos assuntos, associados às ciências e à tecnologia. Esta rubrica contou ainda com a colaboração da Agência Ciência Viva, através da cedência de autorização para a emissão do “Um Minuto de Ciência por dia não sabes o bem que te fazia”;

- Em agosto, o Estaleiro foi o cenário escolhido para as gravações em vídeo da confeção de pratos e petiscos de bacalhau, preparados pelas 14 associações, que todos os anos participam no Festival do Bacalhau.

Projeto inovador e bastante ambicioso, o Estaleiro – Estação Científica de Ílhavo tem contado com as mais variadas parcerias e articulações, que têm passado pela transmissão e partilha de conhecimentos, mas também, por desafios lançados à equipa do Estaleiro para aceitar e abraçar novas propostas, no que se pressupõe ser um trabalho de colaboração.

Apesar da conjuntura atual, o Estaleiro continua a desenvolver diversos projetos que serão divulgados e implementados oportunamente.

Parceiros: For-mar, Docapesca, Horta da Ria, Susana Gateira, AlgaPlus, EFTA, Rota da Bairrada, A.C.R. "Os Baldas", TEAM, Confraria Gastronómica do Bacalhau, Prio, Microio, Qart, Ferneto, Universidade de Aveiro, Fábrica da Ciência, PCI - Creative Science Park, [email protected], Agrupamentos de Escolas da Gafanha da Nazaré, Gafanha da Encarnação e Ílhavo

Mecenas: Pascoal, Motofil, Vista Alegre e Teka

Publicidade, Serviços & Donativos