“Tudo que não seja uma vitória nossa é um passo de gigante para o Beira-Mar” – Paulo Mendes, treinador do SC Paivense

1195
Paulo Mendes, treinador do Paivense.
Dreamweb 728×90 – Video I

O jogo deste domingo (15:00) Paivense – Beira-Mar, os primeiros classificados nas respetivas zonas na primeira fase, vai ter no banco dois treinadores jovens que só se defrontaram em equipas por si orientadas ‘em amigáveis’. Mas não são desconhecidos um do outro, pelo contrário. É o reencontro de dois amigos desde os bancos da escola. “Fomos colegas de faculdade, já nos conhecemos bem. Agora é uma guerra para ver quem é o melhor da turma”, graceja Paulo Mendes, 30 anos, o homem do leme da equipa de Castelo de Paiva, que está a ser a ‘sensação’ da divisão de elite do futebol aveirense.

O Paivense iniciou a segunda fase com um empate caseiro (1-1) na receção ao União de Lamas, que assumiu a candidatura à subida no início da época, e na ronda anterior foi a Cesar vencer por 0-3. Agora recebe o líder da classificação consciente da tarefa difícil que tem pela frente. No entanto, o treinador da casa garante que o pensamento está em brindar o seu público com a segunda vitória seguida (leva 10 jogos no campeonato sem conhecer o sabor da derrota).

Paulo Mendes garantiu em entrevista ao NotíciasdeAveiro.pt que a semana foi preparada “como tem sido normal”, com “a única diferença de trabalhar sobre uma boa vitória, o que é sempre melhor e mais tranquilo”.

O treinador do Paivense não deixa de assumir que a receção aos aurinegros “é um jogo especial”, por ser muito aguardado pelos adeptos de ambas as equipas e por quem segue a prova mais importante do futebol distrital. “Segundo a tabela classificativa, são as melhores equipas. Tem essa carga emocional, de colocar frente-a-frente as vencedoras das duas séries”, sublinhou.

O Paivense começou a época com a meta  de “fazer um campeonato tranquilo e garantir a manutenção” quanto antes. Depois, os objetivos foram sendo reformulados por força dos bons resultados. Primeiro tendo como alvo a qualificação nos primeiros quatro classificados; e, depois, ao “demonstrar qualidade para mais”, passou a ambicionar ficar em primeiro e conseguiu. “Já que estamos no apuramento de campeão, o objetivo, agora, é ficar no lugar mais acima, que é o primeiro. Sabemos que é extremamente difícil, a diferença pontual já é grande, mas tudo pode acontecer. Nós não vamos perder pontos, o Beira-Mar vai perder pontos. Ficar em segundo será excelente, mas só ficaremos em segundo olhando para o primeiro”, disse o técnico paivense que não tem problemas em considerar que o Beira-Mar e o União de Lamas, “pela história e passado competitivo de ambos, são equipas demasiado grandes para esta divisão, com respeito pelo campeonato”.

    • “Não acho que a pressão esteja do lado do Beira-Mar”;
    • “Temos uma pressão boa, a pressão em que todos os jogadores e treinadores querem estar. Lutar para não descer não desejo a ninguém!”;
    • “O plantel do Beira-Mar é recheado de qualidade, nós também temos”;
    • “Só tenho pena que seja no municipal da Boavista, o sintético é uma vergonha. Não é uma vantagem para nós” (ver entrevista completa abaixo – primeira parte).

    • “O Everton é o melhor marcador [do campeonato] mas não faz os golos sozinho”;
    • “O Paivense nunca entra em campo para defender. Acredito que será o Beira-Mar a ter uma postura de cautela”;
    • “Tudo que não seja uma vitória nossa é um passo de gigante para o Beira-Mar, porque não vai haver encurtamento pontual”;
    • “Fomos colegas de mestrado na faculdade, estamos numa turma recheada de talentos. Espero que eu saia vencedor desta vez” (ver entrevista completa abaixo – segunda parte).

Artigo relacionado

Ricardo Maia analisa vitória em Ol. do Bairro e perspetiva jogo “muito interessante” em Castelo de Paiva

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.