Tribunal manda para a cadeia 14 pessoas suspeitas de tráfico

601
Tribunal de Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Tribunal de Aveiro condenou hoje a penas de prisão efetivas 14 dos 23 arguidos (15 homens e oito mulheres) julgados num mega processo por tráfico de droga de uma rede desmantelada em 2016 pela GNR, que esteve muito ativa na região (Aveiro e Ovar).

As penas efetivas variam entre sete anos (no caso do cúmulo aplicado a um arguido que também respondeu por condução sem carta e posse de arma proibida) e três anos de cadeia.

Seis acusados ficaram com penas suspensas, dois deles beneficiando do regime especial para jovens. Um arguido foi condenado a pagar 720 euros de multa. E apenas dois foram absolvidos. Oito dos 10 acusados vão permanecer em prisão preventiva a aguardar trânsito em julgado.

O coletivo considerou provada a “essencialidade” dos factos imputados. No início da audiência, que foi rodeada de apertadas medidas de segurança, a juíza presidente lembrou “a extensão” da prova feita “ao longo de um ano de julgamento”, para além da “prova documental, em particular, escutas telefónicas, que é seguramente a mais relevante”, apesar da linguagem cifrada habitualmente utilizada pelos traficantes e consumidores.

O julgamento ficaria marcado, na parte final, pela confissão de um dos arguidos, que assumiu “plenamente” o tráfico.

Os arguidos têm idades entre os 17 e 52 anos, alguns deles com ligações familiares entre si.

Além do tráfico, três responderam por outros crimes, como detenção de arma proibida, condução sem carta e resistência e coação sobre funcionário. O episódio dizia respeito a desrespeito de paragem ordenado por patrulha da GNR, tendo direcionado o veículo que conduzia na direção de um dos militares.

A juíza presidente salientou após a leitura do acórdão a forma “digna e tranquila” como decorreu o julgamento ao longo de 12 meses.

Os alegados traficantes foram detidos a 5 de dezembro de 2016, na sequência de uma investigação que envolveu várias buscas em Aveiro e Ovar. A GNR comunicou a apreensão de 660 doses de cocaína, 110 doses de heroína e 80 doses de haxixe. Foram ainda apreendidos seis veículos ligeiros, uma moto quatro, três computadores portáteis, 42 telemóveis e nove mil euros em dinheiro, além de quatro armas de fogo, uma arma de ar comprimido e diversas munições.

Publicidade, Serviços & Donativos