Sever do Vouga: Câmara faz ponto de situação de investimentos em habitação e saúde

535
Sever do Vouga (Foto partilhada pelo Facebook de ViverSever).
Comercio 780

A Câmara de Sever do Vouga tem em andamento “a melhoria e reforço da oferta habitacional” no concelho, o que decorre no âmbito da Estratégia Local de Habitação (ELH).

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

O presidente da edilidade aproveitou a última Assembleia Municipal para fazer um ponto de situação dos primeiros investimentos na área habitacional. Pedro Lobo adiantou qual o destino de 4 milhões de euros obtidos junto dos financiamentos estatais. Uma das principais obras é a reabilitação do bairro social da Bela Vista, prevendo-se intervir em quase duas dezenas de fogos habitacionais. Seis antigas escolas primárias, há muito desativadas, vão ter ‘vida nova’ quando forem adaptadas para habitação.

O plano de recuperação abrange “várias outras casas pelo concelho” mas também a construção de nove habitações de tipologia T1 na União de Freguesias da Silva Escura e Dornelas. De acordo com o edil, é pretensão da Câmara “a melhoraria e reforço da pferta habitacional” em mais 45 habitações, bem como “ajudar” 43 pessoas de outras familias a recuperar casas degradadas.

Artigos relacionados

Sever do Vouga: Autarquia anuncia reforço dos cuidados médicos no concelho

Sever do Vouga / Habitação: Adjudicada a elaboração de projetos para reabilitação

Sever do Vouga: Autarquia prepara projetos para criar habitação social

Contratação de serviços médicos pelas autarquias “é ilegal”

Um parecer solicitado pela Assembleia Municipal à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), a pedido de deputados, veio clarificar que que a contratação de serviços médicos pelas autarquias é ilegal. Duas Juntas de Freguesia locais, Talhadas e Couto Esteves, têm suportado encargos financeiros com a abertura de gabinetes médicos para fazer face à falta de médicos de família.  “Não quero alimentar estas dúvidas, a nossa preocupação é que haja um SNS que funcione acesso a médico de medicina geral e familiar. Temos mais um médico, fruto da nossa proatividade – embora não sendo da nossa competência -, na medida das possibilidades que a lei nos permite. Esperamos, temos essa promessa, que o problema, que é de todo o país, possa vir a ser resolvido, que seja pelo menos diminuído no nosso concelho”, comentou o presidente dop executivo, lembrando que foi um acordo da Câmara com a Administração Regional de Saúde do Centro que permitiu a contração de um médico aposentado no Centro de Saúde, depois colocado em Talhadas.

A edilidade vai intervir na área da sua competência, que no edificado, ao abrigo dos apoios do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), tendo em vista obras para reabilitar e ampliar o centro de saúde e de instalação da prevista extensão de saúde em Talhadas (ver declarações abaixo).

Artigos relacionados

Sever do Vouga: Autarquia anuncia reforço dos cuidados médicos no concelho

Sever do Vouga: Câmara procura atrair colocação de médicos no Centro de Saúde

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Comercio 780