Sem meios financeiros até onde podemos ir?

993
Imagem ADASCA.
Dreamweb 728×90 – Video I

ESTENDER AS MÃOS À CARIDADE é o tema do editorial desta edição, além de outros como é óbvio. Não o escrevi com prazer, nem com o propósito de ofender quem quer que seja, apenas para dar a conhecer aos dadores, e à comunidade em que condições a ADASCA funciona para que não falte sangue nos hospitais. Aveiro também também um hospital no seu meio.

Por Joaquim Carlos *

Fiz um esforço para ser leal com os meus princípios, com os sentimentos que me invadem, com as angústias que sofro na qualidade de dirigente, sendo estas impossíveis de descrever. Aqui não existe drama, infelizmente, a situação é bem mais real do que procurei descrever.

Vivesse uma crise de recursos humanos na área de dirigentes que queiram integrar os órgãos sociais sem precedentes. A ADASCA este ano vai entrar em processo eleitoral. Há por ai alguém que queira assumir cargos? A recompensa são dores de cabeça todos os dias, com o dever de ser obediente à tutela.

Perante o IPST (Instituto Português do Sangue e da Transplantação) devemos ser os obedientes, não incomodar, dizer amém a tudo, não apontar lacunas, desleixos, etc. etc. Quem ganha com todas as aparências que nos surgem pela frente? Porque não devemos ser realistas? O faz de conta, que está tudo bem, sempre se transformou em situações graves, mais para uns, do que para outros. Aconteceu… o que fazer agora? Ninguém assume que se podia ter evitado…

Sem meios financeiros até onde podemos ir? O que podemos fazer? Como nos devemos libertar das angústias? Convém realçar que todos somos voluntários. Vale a pena passarmos por situações destas, quando o IPST é a primeira entidade a beneficiar com o resultado do nosso trabalho por cada sessão de colheitas que se realiza? Nem um contacto telefónico a procurarem saber quais são as nossas necessidades!!!

Em que País vivemos nós? Que indiferença assassina vem a ser esta? Está na hora de dizermos adeus? Ou chegou o momento do IPST destacar um administrativo para vir fazer o nosso trabalho?

Ficamos à espera sentados ou de pé? O resultado é sobejamente conhecido.

* Presidente da ADASCA – Associação de Dadores de Sangue do Concelho de Aveiro. Editorial do boletim da ADASCA.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

Comercio 780