Restaurante flutuante ainda a aguardar ligação de infraestruturas básicas

2673
Restaurante flutuante, Aveiro.
Banner Ol. do Bairro – cultura – 728X90

O restaurante flutuante instalado no canal das Pirâmides, a caminho da ponte das eclusas, ultrapassou, há muito, o prazo dado pela autarquia de Aveiro  para entrar em funcionamento.

De acordo com fonte ligada à empresa promotora, o início da atividade está ainda dependente de várias formalidades, sem avançar prazos.

A Câmara de Aveiro autorizou a localização do restaurante flutuante no canal citadino em outubro passado, dando dois meses para abrir portas.

A empresa proprietária informou NoticiasdeAveiro.pt que ainda está a tratar das ligações de infraestrutura indispensáveis, como energia e água, que têm exigências administrativas e não só que se revelaram demoradas.

Na última Assembleia Municipal extraordinária, o deputado do PS, Simões Oliveira, a pretexto da abertura de concurso da concessão de dois espaços municipais para atividades de restauração, mostrou-se “surpreendido pela demora” na ativação do restaurante flutuante, indagando das “circunstâncias que inibem” a entrada em funcionamento.

Sobre este assunto, que não fazia parte da ordem de trabalhos, o presidente da Câmara nada adiantou em concreto.

Em termos genéricos, Ribau Esteves lembrou apenas que “existem condicionantes legais” a cumprir para a atividade de restauração, um ramo onde “as fiscalizações são particularmente intensas” e o licenciamento “é um processo pesado”.

Artigo relacionado

Renovadas licenças de transportes turísticos e aprovado restaurante bar flutuante

Publicidade, Serviços & Donativos