Remodelações integrais, de casa de banho e cozinha são as mais procuradas nos últimos dois anos

488

A procura por remodelações cresceu cerca de 75% de 2017 para 2018, de acordo com dados do marketplace de serviços Zaask, onde as categorias mais requisitadas do último ano foram as remodelações de casa (60%), casa de banho (16%) e cozinha (13%), respectivamente. Deste modo, os portugueses e portuguesas mantiveram as suas preferências.

Com a Primavera a chegar, esta pode ser uma boa altura para pensar em fazer algumas melhorias de decoração de interiores. Se acha que alguma das divisões estão desactualizadas, ao fazer obras em casa vai aumentar a qualidade da sua casa e o seu conforto. Se, por outro lado, pretende vender ou alugar a casa ou apartamento, as remodelações também vão aumentar exponencialmente o seu valor.

Portugueses e portuguesas investem cada vez na melhoria das suas casas

De acordo com a plataforma Zaask, em Portugal a tendência para remodelar casas é cada vez maior, tendo havido um crescimento da procura em todos os meses do ano, quando comparados com o ano anterior. Para além disso, houve igualmente um crescimento da procura em mais de 80% das categorias deste sector, considerando os mesmos períodos de tempo.

Outubro é o mês da com mais procura por remodelações

O mês em que a procura pela remodelação foi mais alto foi Outubro, tanto em 2017, como em 2018. Em segundo e terceiro lugar, em 2018, estão os meses de Setembro e Maio.

Apesar de o nosso país ser um dos mais amenos e com mais horas de sol da Europa, não significa que o Inverno não seja frio e que não se sintam descidas da temperatura acentuadas, especialmente à noite. Os portugueses e portuguesas sabem disso, o que pode ser um dos motivos para Outubro ser o mês em que mais casas são remodeladas.

Dicas para tornar a sua casa mais eficiente energeticamente

Se está a pensar em tornar a sua casa mais eficiente em termos de poupança de energia, é essencial que as janelas e respectivas caixilharias sejam uma prioridade. É aconselhável escolher vidros duplos com isolamento térmico reforçado. Para além de manterem o calor no Inverno, vão tornar a casa mais fresca no Verão, poupando climatização.

Para além das janelas, o pavimento escolhido pode ser uma excelente técnica para ter um melhor isolamento térmico em casa. Escolher a madeira, que é um isolador natural, ou o vinílico, é uma boa opção, assim como evitar as cerâmicas, que são soalhos muito mais frios.

As paredes de casa são um bocado mais difíceis de modificar, uma vez que envolvem um trabalho muito maior de construção e bricolage. No entanto, colocar um papel de parede mais grosso pode igualmente ajudar a manter a casa mais quente, o que ajuda no Inverno.

No que toca à remodelação de telhados – uma das categorias com maior crescimento – é aconselhável que seja feita uma cobertura com telhas de barro. No entanto, é essencial haver um forro ou revestimento interno de madeira ou gesso para que o isolamento térmico seja conseguido da forma mais eficaz possível.

Outra forma de economizar na electricidade é saber se está a tirar o melhor proveito da potência lá de casa, ou mesmo se tem uma potência contratada superior à da que necessita. Para isto, pode ser preciso contratar uma ou um electricista para fazer um “check-up” ao sistema eléctrico da sua habitação.

Não há lugar no mundo como o lar da cada um – e os portugueses e as portuguesas sabem disso. Por isso mesmo, é essencial que cada espaço esteja adequado a cada gosto e que transmita todo o conforto necessário em qualquer altura do ano.