Queremos evoluir ainda mais económica e socialmente

830
Paços de Concelho, Estarreja.

Num ápice, mais um ano volvido, e cá estamos nós de novo a assinalar, desta forma solene e festiva, o mais alto momento do nosso Município. Não tarda, duas décadas se passaram desde o virar do século e o ano 2000 parece ter sido ontem!

Diamantino Sabina *

Embrenhamo-nos na vida com vontade de fazer, e o dia-após-dia tantas vezes nos repete a pergunta se vale a pena correr tanto, se vale a pena o esforço. Pois eu respondo que sim! Vale sim!

O mundo seria bem diferente se todos fizéssemos por construir mais um pouco… e não é necessária qualquer revolução individual. Apenas que cada um de nós se afirme positivamente e tente ser o melhor naquilo que faz. Nem todos conseguirão mas sentir-se-ão muito melhor por fazê-lo!

Privilegiando este pensamento, distinguimos por tradição alguns dos “Nossos” melhores.

A justa homenagem aos Funcionários da Câmara Municipal, que com redobrado orgulho felicito e em nome do Município agradeço toda a vossa entrega e dedicação ao longo destes muitos anos ao serviço da comunidade!

Aos melhores alunos dos nono e décimo segundo ano! Àqueles que se dedicam para melhor se apetrecharem das ferramentas adequadas para enfrentar o incerto futuro! Mantenham essa missão de querer melhorar o mundo e orgulhem-nos como estarrejenses de excelência que são! Reconheçamos aqui também o papel fundamental dos docentes, das famílias, da comunidade escolar e da qualidade do ensino nas escolas de Estarreja. Estando criado este ambiente educativo, estão criadas as condições para que os nossos jovens se desenvolvam, aprendam e se tornem os baluartes de amanhã.

Aos nossos atletas campeões… sempre muitos a encher este palco e as nossas almas de orgulho.
Só o sacrifício e dedicação abnegada redunda em resultados desportivos meritórios! Só mesmo com a vontade de vencer destes muitos jovens!
Só assim somos Campeões do Mundo em K1! Só assim, ombreamos com os melhores na Primeira Liga do Andebol Nacional!
Só assim, enchemos este palco de campeões, ano após ano!
Estimulamos com afinco a prática do desporto em Estarreja. Apoiamos a formação em mais do dobro do valor médio per capita nacional. Resultado disso são as 23 modalidades desportivas que hoje são praticadas no nosso Concelho e os excelentes resultados de muitas centenas de jovens atletas estarrejenses.

Aos nossos construtores navais! Mestres Artesãos! Hoje aqui não só homenageamos estes 3 Senhores, António Esteves, Felisberto Amador e Arménio Almeida, mas neles, todos os construtores navais do nosso Concelho, vivos e desaparecidos!
Homenageamos nestes 3 Senhores a Nobre Arte da Construção Naval!
A atividade da construção naval, seguindo moldes tradicionais, permanece ainda hoje nos estaleiros de Pardilhó, terra de centenas de construtores navais.
Representam estes três, todos os outros que outrora com o seu trabalho e dedicação engrandeceram esta arte no Concelho.

É um património material, imaterial e cultural que urge preservar e proteger.
Homenageando a Carpintaria Naval também tentamos dar-lhe voz, uma voz de apelo e incentivo aos mais novos a tornarem-se aprendizes e a adquirirem estes conhecimentos, pois é certo que ainda hoje, nos seus estaleiros, o António, o Felisberto e o Arménio continuam talhando de forma artesanal muitas das belas embarcações que vão engalanando a nossa Ria e o nosso Mar.

A história desta arte é rica no Concelho. O engenho e destreza dos mestres e a abundância da mão-de-obra especializada justificou em 1937 a fixação em Pardilhó da delegação distrital dos Sindicatos dos Operários da Construção Naval. Teve sede no edifício onde se encontra hoje a Junta de Freguesia de Pardilhó.
Há cerca de setenta anos, só em Pardilhó, chegaram a haver mais de 3 dezenas de carpinteiros navais.
Hoje, temos apenas 3!

Tal como muitos outros ofícios que empregavam milhares de pessoas e faziam engrandecer o país, este, arrisca-se a desaparecer para sempre.
Ninguém pense que é fácil estimular o contrário, pois não é.

Em termos culturais e de orientação profissional Portugal mudou muito! As artes e ofícios já não sou primeiras opções e o ensino profissional é considerado por muitos ensino menor. E o certo é que nem só da função dos licenciados vive um país e hoje começamos a sentir a complicada dureza dessa verdade.

Há todavia que tentar… e assim estamos a fazer! Não podemos prometer que a nossa estratégia seja bem sucedida mas prometemos que não baixaremos os braços.

Creio que também assim homenageamos os construtores navais e a construção naval à qual centenas, durante séculos, dedicaram as suas vidas.

Viva a Construção Naval e os seus Mestres e Artesãos!

Sentimos um novo impulso económico no Concelho! Começa a haver uma muito maior tendência do investidor para Estarreja.

O Eco-Parque Empresarial é claramente de grande interesse para investidores… é, por isso, potenciador de desenvolvimento económico. Em apenas cinco anos e meio, só aí, duplicámos o número de empresas e mais que triplicámos o número de emprego e estão para vir mais.

Em breve, poderão vir para Estarreja investimentos verdadeiramente estruturantes. Tal como prevíamos, o impulso que demos à captação de Indústria está a dar frutos. Mais empregos, mais procura de habitação, mais construção!

Estimámos que nos próximos dois anos, só na freguesia de Beduído e Veiros, teremos 150 a 200 novos fogos construídos. Sendo muito necessários, que são!
A título de curiosidade, há uns meses atrás uma funcionária desta Câmara Municipal, por querer vir morar para Estarreja, procurou arrendar um apartamento. Deslocou-se a uma Imobiliária e ficou registada numa lista de espera em quadragésimo sétimo lugar!

Vejo tempos pujantes para o nosso Concelho e não vamos parar de estimular essa pujança. Queremos evoluir ainda mais económica e socialmente e tornar Estarreja cada vez mais atrativa.

Atrativa como é nosso Bioria, a Observaria e o Biorace!
Atrativa como é o nosso Baixo Vouga Lagunar e tudo que este tem para oferecer a quem o visita.
Atrativa como é também na Cultura! Neste movimentado Cine-Teatro, no renovadíssimo e moderníssimo Carnaval, no Estau e nas
Festas do Município!
E diga-se que estas, ainda agora vão a meio! Ainda temos muito programa de qualidade pela frente!
Hoje mesmo juntar-se-ão de novo as nossas três bandas num espetáculo singular, agregando 150 músicos estarrejenses no Grande Palco do Parque da Cidade. Ainda no fim de semana teremos animadíssimos concertos, com Piruca, os Gift e o Toy.

Quero também dar nota do excecional fim de semana festivo que passou. O Mercado Antigo, os Velhos mas ricos Trajes e o Desfile Etnográfico, engrandeceram a nossa Praça e as Festas da Cidade! Quero deixar aqui expresso o meu agradecimento às muitas Coletividades, sejam de cariz desportivo ou cultural, que são e têm sido essenciais para fazer destas festas as festas memoráveis que são.
Ainda ontem as Marchas Populares!
Que bonita expressão cultural!
Digo-vos… já muito pouco devemos a Lisboa!
As nossas marchas são efetivamente lindas!

Também não podia deixar de expressar aqui o meu sentido agradecimento a todos os funcionários que se dedicam e muito para que as festas corram da melhor forma possível.
As pessoas de Estarreja entregaram-me esta enorme incumbência e tem sido com espírito de missão e verdadeira entrega que eu e os que me acompanham temos vindo a desempenhá-la!
Tenho como Partido a minha terra e as suas gentes e farei sempre o meu melhor em virtude do seu progresso e bem-estar!
Viva o Concelho de Estarreja!
Vivam as suas tradições e Vivam as suas gentes!
Muito Obrigado a todos!

* Presidente da Câmara de Estarreja. Discurso da sessão solene do Dia do Município, 13 de junho de 2019

Publicidade, Serviços & Donativos