Preocupação pela postura da Comissão de Acompanhamento da Linha do Vouga

727
Linha do Vouga, S. João da Madeira (foto de António Pereira).

O Movimento Cívico pela Linha do Vouga manifesta preocupação pela postura da recém criada Comissão de Acompanhamento da Linha do Vouga promovida pelo PSD de São João da Madeira, cuja posição relativa à revitalização desta via férrea limita-se apenas em olhar para a zona abrangida pela AMP (Área Metropolitana do Porto), continuando, desse modo, a desprezar as localidades a sul de Oliveira de Azeméis e o concelho de Albergaria-a-Velha.

Os social-democratas mostram, assim, que a ligação a Aveiro não é prioritária, considerando que o melhor será mesmo mudar a bitola para ter ligação directa ao Porto. O MCLV considera que prioritário é requalificar a linha na totalidade da sua extensão, compreendida entre Espinho e Aveiro, tal como descreve o PNI2030, com especial destaque para o troço Sernada do Vouga-Oliveira de Azeméis, para que a Linha do Vouga seja aproveitada no seu todo e com todo o seu potencial turístico, que só é alcançável mantendo a atual bitola.

Movimento Cívico pela Linha do Vouga

Publicidade, Serviços & Donativos