S. Jacinto: “Novo executivo precisa de se inteirar da verdadeira situação financeira da Junta” – António Nabais (CDU)

1261
António Nabais, CDU de S. Jacinto.

Único representante da CDU eleito em outubro 2021, António Nabais volta a ser o cabeça-de-lista da coligação PCP-PEV nas eleições intercalares de S. Jacinto, concelho de Aveiro, agendadas para 13 de outubro.

Razões e objetivos da candidatura?

Defesa dos direitos e interesses da população de São Jacinto e a importância da voz da CDU da população, na assembleia de freguesia porque, como sabemos não se vai eleger um presidente, mas sim sete membros da assembleia de freguesia.

O que entende que está em causa neste ato eleitoral, para além da necessidade de normalizar o funcionamento dos órgãos locais?

Está em causa o respeito e a credibilidade da freguesia de São Jacinto.

Principais compromissos eleitorais / carências locais que devem merecer atenção especial?

São ainda algumas as prementes necessidades para São Jacinto, contudo temos consciência das dificuldades em que se encontra a freguesia, por isso elencamos as mais elementares face à necessidade e interesses da população, como por exemplo a existência de médico e enfermeiro de saúde na Extensão de Saúde; os transportes de qualidade, com horários compatíveis com as necessidades laborais, estudantis e de lazer; é essencial uma constante atenção junto da população face às grandes dificuldades económicas existentes em famílias da freguesia; para o direito a uma habitação digna requeremos uma requalificação dos edifícios de habitação social, com um acompanhamento contínuo das mesmas que tanto tem sido esquecidas e também uma especial atenção ao ambiente com a sua preservação e valorização e salvaguarda do património natural, como exemplo, a Ria, Lomba, Casa Abrigo, Parques de lazer/merendas, etc..

Em relação especificamente aos temas que estiveram na origem das renúncias (situação financeira da Junta, parque de campismo), quais devem ser as ações a tomar pela Junta e como deve a Câmara colaborar?

Um novo executivo precisa de se inteirar da verdadeira situação financeira da Junta, começando pela imediata apresentação das contas de 2021 à população, por forma a tomar consciência da verdadeira grandeza do endividamento da Junta e como óbvio solicitar auditoria. Quanto à Câmara acreditamos num diálogo e relacionamento saudável e de uma colaboração francamente positiva e séria, crendo também no interesse da câmara que esta freguesia possa ser elevada a um patamar de confiança autárquica.

Resuma por que acha que os cidadãos devem votar na lista que encabeça?

Nasci em São Jacinto, conheço o potencial da nossa terra, o valor da nossa gente e por isso mesmo reconhecem-me como um deles, sabem o meu caminho de intervenção e luta pelos interesses e direitos dos mesmos. Conhecem todos os elementos que integram a lista, uma equipa coesa, sensível aos problemas existentes e com vontade de lutar e trabalhar no sentido da melhor solução, relevando o lema “Trabalho, Honestidade e Competência”. Porque a CDU faz a diferença. Porque somos Alternativa de Confiança.

Artigos relacionados

CDU recandidata António Nabais nas intercalares para a AF de S. Jacinto

Aveiro / Eleições intercalares: S. Jacinto vai a votos no dia 13 de novembro

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.