Mulher identificada por não cuidar devidamente de cão que tinha à sua guarda

2637
GNR.

Uma mulher de 35 anos, residente em Óis da Ribeira, Águeda, foi identificada pela GNR por abandono e maus-tratos a animais de companhia.

“Na sequência de uma denúncia a dar conta do abandono de animais de companhia numa moradia”, militares do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) deslocaram-se ao local e verificaram que “no interior da residência se encontrava um cão com sinais claros de subnutrição.”

A suspeita foi constituída arguida, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial da Águeda.

Ainda segundo a GNR, o cão foi resgatado e transportado para o canil municipal para recuperação do seu estado de saúde.

A ação contou com a colaboração dos militares do Posto Territorial de Águeda e dos serviços veterinários da Câmara Municipal de Águeda.

A Guarda lembra que “a prática de abandono de animais de companhia constitui um crime punível com pena de prisão até seis meses ou com pena de multa até 60 dias.”

Eventuais situações de maus-tratos ou abandono podem ser comunicados pela Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520).

Publicidade, Serviços & Donativos