Beira-Mar: Pedro Moreira ‘pendura as botas’ e passa à estrutura diretiva

665
Foto AFA TV.

Pedro Moreira, o carismático ‘capitão’ do Beira-Mar, coloca um fim na carreira de jogador de futebol aos 35 anos, passando a integrar a estrutura diretiva do Beira-Mar.

O defesa direito acaba por não atingir o objetivo que acalentava de alinhar em todas as divisões do futebol, mas ‘pendura as botas’ após ajudar no regresso aos ‘nacionais’.

Pedro Moreira leva consigo um recorde difícil de bater, pois tornou-se, após dez épocas, “o jogador que, até hoje, mais vezes representou oficialmente” o emblema aveirense (terão sido 268 vezes ), “com uma lealdade e dedicação inspiradoras.”

“Deixará, agora, de colocar todo o seu habitual empenho em campo, para integrar a estrutura diretiva do futebol do nosso clube”, adianta o Beira-Mar.

“Nunca teremos palavras suficientes para agradecer toda a sua Paixão Aurinegra, mas temos a certeza que contamos com ele para tudo o que ainda está para vir”, concluiu a nota partilhada pelas redes sociais.

A direção deverá avançar outras informações ainda esta sexta-feira, dia que poderá ficar marcado por outro anúncio relativo à formação do plantel.

Pedro Moreira tinha deixado em aberto no final da época a possibilidade de continuar a jogar, embora admitindo que seria difícil compatibilizar, nesta fase, com um projeto mais profissional como o Beira-Mar pretende implementar no Campeonato de Portugal.

O defesa direito só conheceu duas equipas na carreira, tendo alinhado pelo Penafiel durante oito épocas antes de rumar a Aveiro, onde disputou campeonatos da primeira e segunda divisão. Acompanharia a equipa na despromoção aos distritais (2014-15), ajudando na refundação que culminou este ano com a subida ao Campeonato de Portugal.

Artigo relacionado

“Cada vez mais próximos dos nacionais e mais um objetivo alcançado” – Pedro Moreira

Publicidade, Serviços & Donativos