João Campolargo não respeita a Assembleia Municipal

384
Assembleia Municipal de Ílhavo.

Os acontecimentos da última Assembleia Municipal vêm confirmar aquilo que, infelizmente, começa a ser um hábito que em nada abona a favor da democracia e do debate político: a permanente e crescente falta de respeito do Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo para com a Assembleia, os seus deputados e os ilhavenses.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Os deputados da Assembleia Municipal, entre os quais os do Partido Social Democrata, foram eleitos para dar voz aos Ilhavenses. Quando estes nos pedem para questionar o Executivo Municipal sobre diversos assuntos de interesse para o município, o mínimo que se exige é que o Senhor Presidente João Campolargo, responda às questões e preocupações apresentadas, e, se não sabe responder, o que aparentemente sucede com muita frequência, que dê a resposta mais tarde.

Acontece que, ao fim de quase 3 anos de mandato do atual Executivo Municipal, o que temos é um Presidente que continua a fugir às questões, usando frequentemente uma linguagem que chega a ser ofensiva em relação aos deputados, o que os obriga muitas vezes a sentir a necessidade de pedir a defesa da honra. Esta postura é recorrente e encontra-se gravada em várias Assembleias.

Sabemos que o não responder às questões ou utilizar linguagem ofensiva, que é naturalmente inadequada na relação entre pessoas e mais ainda por parte de um Presidente de Câmara, serve apenas para camuflar incapacidades e é o assumir a falta de uma estratégia para o nosso município, que as obras prometidas não estão a ser executadas, que as concluídas vêm do executivo anterior e que os “novos” projetos não passam disso, são apenas projetos. Nada se faz, tudo se adia e para todos os adiamentos se encontram desculpas.

O adiar de obras, como a requalificação das escolas e dos centros de saúde, tem o propósito de mostrar serviço em 2025, ano de eleições, onde é espectável que se gastem mais recursos financeiros em obras e ações desnecessárias, de modo a tentar camuflar a estagnação e o retrocesso que o nosso Município atualmente apresenta.

Numa altura em que as diversas forças políticas dão os primeiros passos no processo Autárquicas 2025, todos temos a obrigação de ser claros no confronto de ideias e projetos para o Município de Ílhavo, mas de forma séria, responsável e respeitosa.

Está cada vez mais claro que a aposta em 2021 no Unir Para Fazer não está a responder às expectativas dos Ilhavenses. A mudança já começou no Município, com as eleições Legislativas e Europeias. O Partido Social Democrata, como partido responsável que é, continuará a ouvir as pessoas de modo a contribuir para o crescimento da nossa terra e a apresentar o melhor projeto e os melhores candidatos aos diversos Órgãos Autárquicos em 2025. Os Ilhavenses querem, os Ilhavenses merecem, os Ilhavenses podem contar com PSD.

PSD de Ílhavo

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.