Ílhavo: Requalificação do Jardim Henriqueta Maia e mais ciclovias com ‘luz verde’ da Câmara

608
Jardim Henriqueta Maia, Ílhavo.
Smartfire 728×90 – 1

A requalificação do espaço urbano central da cidade de Ílhavo vai receber uma obra que ultrapassa um milhão de euros.

A Câmara aprovou na sua reunião desta sexta-feira o estudo preliminar de requalificação do Jardim Henriqueta Maia.

Um projeto no âmbito do Plano de Ação de Regeneração Urbana de Ílhavo (PARU), que tem um cofinanciamento aprovado pelo CENTRO2020 em 85%.

Esta intervenção de requalificação do espaço público deverá envolver um investimento de 1,095 milhões de euros.

O estudo resultou na elaboração de uma memória descritiva e da planta síntese de arquitetura que sustentarão as futuras intervenções e execuções físicas.

Câmara decidiu alargar as áreas cicláveis no município

O executivo aprovou mais dois etudos prévios e um projeto de execução de corredores cicláveis que “alargarão a já significativa oferta de áreas de mobilidade segura” no concelho.

Intervenções a executar no âmbito do Plano de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) de Ílhavo.

“Os dois estudos aprovados contemplam um investimento na ordem dos 380.000 euros e irão proporcionar a execução de um corredor ciclável na Zona Industrial da Mota e outro entre o Centro de Ílhavo e o nó da Avenida dos Bacalhoeiros, na Gafanha da Nazaré”, informa a autarquia.

A aprovação do projeto de execução respeita à criação de uma pista ciclável entre a Zona Industrial da Mota e a Gafanha da Nazaré (258.000 euros).

“Com estes novos projetos, de forte e significativo investimento, a Câmara Municipal de Ílhavo promove e alarga uma rede considerável de áreas clicáveis que potenciam hábitos de mobilidade saudável, de lazer e turismo, e uma acessibilidade urbana acrescida no município”, conclui a nota de imprensa.