Futebol / CdP: Beira-Mar falha ‘ataque’ ao 5º lugar após desaire em Valadares (2-1)

1353
Bernardo festeja golo do empate 1-1 em Valadares (Foto do Facebook do Beira-Mar).
Dreamweb 728×90 – Video I

O Valadares venceu, esta quarta-feira à tarde, o Beira-Mar por 2-1 (1-1 ao intervalo), em partida em atrasado da 11ª jornada do Campeonato de Portugal (Série D).

Por Johnny Lino, Jornal O Gaiense

A sexta derrota dos aveirenses esvaziou o efeito da vitória caseira com o candidato S. João de Ver (3-1), desperdiçando a possibilidade de ultrapassar a Sanjoanense (25 pontos), que segue no quinto lugar da classificação.

Já a equipa de Gaia (16 jogos disputados), que tinha dado boa réplica na receção ao Anadia (1-2), sobe ao 7ª lugar com 20 pontos, ficando separada por três pontos do Beira-Mar (6º lugar com 15 jogos disputados).

Com apenas uma alteração no onze em relação à partida anterior (Garruço ocupou a vaga do castigado Aparício), o Beira-Mar entrou mais forte no jogo e a ter mais posse de bola, mas sem criar verdadeiras oportunidades de golo.

O conjunto local, a jogar mais na expectativa, procurava aproveitar as saídas rápidas de Midana e Kisley, para colocar em sentido a defesa aveirense.

O golo inaugural acabaria por resultar de uma bola parada, aos 12’, num livre direto apontado de forma superior por Celsinho, que apanhou Gabriel Souza de surpresa.

Com muito tempo pela frente, os homens treinados por Ricardo Sousa reagiram bem ao golo sofrido, imprimindo mais velocidade no jogo, mas a bem da verdade sem dar muito trabalho ao guardião Pedro Carvalho durante grande parte dos primeiros 45’.

A meio da primeira parte, o Valadares começou a chamar a si o rumo dos acontecimentos e poderia mesmo ter chegado ao segundo golo, aos 25’, depois de uma boa iniciativa de Fábio Vieira, que encontrou Thiago Silva sozinho na área, mas o remate do ponta de lança brasileiro saiu fraco.

O Beira Mar acabou por empatar, aos 38’, numa jogada de insistência pela direita do ataque, com Bernardo a receber a bola já dentro da grande área e a rematar em arco, de pé direito, sem hipóteses para Pedro Carvalho. O jovem lateral esquerdo fez o seu primeiro golo esta época em que leva sete jogos.

A equipa da casa reagiu e poderia mesmo ter chegado à vantagem momentos depois, mas Midana não definiu da melhor forma.

Ao intervalo, Ricardo Sousa deixou Ivo Lemos nos balneários, fazendo entrar Rui Sampaio, mas o figurino do jogo não se alterou.

Aos 61’ Thiago Silva ganhou um ressalto dentro da área do Beira Mar, na sequência de um canto e rematou para o 2-1.

Depois do deslize defensivo, o Beira Mar teve de correr atrás do prejuízo, mas sempre mais com o coração do que com a cabeça, sendo mesmo displicente em alguns lances, que poderiam ter sido fatais.

Guarda-redes local segurou vantagem após remate forte de Elsinho ‘ao cair do pano’

O Valadares não deixava de rondar com perigo o último reduto forasteiro. Midana, aos 70’, teve o terceiro golo nos pés, depois de uma recuperação de bola do recém entrado Zé Gomes, mas o extremo dos gaienses permitiu a defesa de Gabriel Souza.

O Beira Mar pressionou nos minutos finais em busca do mal menor. Elsinho recorreu ao seu forte pontapé, mas desta vez o remate do ‘meio da rua’ foi travado por Pedro Carvalho que assinou a defesa da tarde, evitando o golo da igualdade.

O jogo terminou minutos depois, com Ricardo Sousa visivelmente irritado com os seus jogadores. Apesar de não ter falado à Comunicação Social, era audível do lado de fora dos balneários, a sua insatisfação, referindo mesmo que “fomos uns anjinhos hoje”.

Ficha do jogo

Valadares:

– Pedro Carvalho, Diogo Sousa (cap), Tomazi, Jacob e Celsinho, George (Pereirinha 73’), Didi, Fábio Vieira (Nilo Leite 83’) e Midana, Thiago Silva (Daniel Pinto 83’) e Kisley (Zé Gomes 65’).

Suplentes não utilizados: Rui Vieira, Lotitto e Panin

Treinador: André Ribeiro

Beira Mar:

– Gabriel Souza, Bernardo (Caio Sena 80’), Edgar Almeida (Cap.), Romário e João Nogueira, Zé Pedro, Garruço (Leandro Vieira 73’), Ivo Lemos (Rui Sampaio, Int.) e Dieguinho (Stylla 63), Diogo Tavares e Elsinho.

Suplentes não utilizados: Pedro Soares, Sory e Miguel Anjos.

Treinador Ricardo Sousa

Golos: Celsinho (6’), Bernardo (38’) e Thiago Silva (61’)

Árbitro: Bruno Nunes (AF de Viana do Castelo)

Ação disciplinar: Cartões amarelos para Ivo Lemos (10’), Bernardo (24’), Fábio Vieira (28’) e Romário (83’)

Elsinho, mais alto, a procurar cabecear (Valadares – Beira-Mar).

Declarações no final do jogo

“É verdade que entramos algo apáticos, mas houve momentos em que conseguimos ser superiores. Chegamos à vantagem com naturalidade e depois sofremos algum desequilíbrio, para poder atacar o segundo golo. O Beira Mar empata com mérito, mas depois tivemos oportunidades para voltar à vantagem. Na segunda parte dominámos o jogo, a nível de pressão e de equilíbrio atrás. Temos uma oportunidade clara para fazer o 3-1, mas não fizemos. Foi um bom jogo de uma equipa que tem jogado sempre nos limites e que tem merecido vencer. Hoje fomos mais fortes e agora queremos pensar no próximo jogo” – André Ribeiro, treinador do Valadares.

Nota: O treinador do Beira-Mar, Ricardo Sousa, não compareceu para fazer o balanço da partida.

Resultados e classificação em https://www.zerozero.pt/edition.php?id_edicao=147540

Publicidade, Serviços & Donativos