Francês que comprava medicamentos com receitas falsas para fazer droga em liberdade com caução

579
Departamento de Investigação e Ação Penal, Aveiro.
Comercio 780

O jovem de nacionalidade francesa intercetado pela GNR de Ovar numa farmácia, a adquirir medicamentos com receitas falsas, que seriam usados para produzir droga, vai ficar em liberdade a aguardar julgamento, mas com diversas medidas de coação.

Artigo relacionado

Adquiria medicamentos com receitas falsas para produzir droga

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Desde logo, o agora arguido teve de prestar Termo de Identidade e Residência (TIR), como é normal quando se é suspeito em investigação policial.

No entanto, após o interrogatório judicial ficou obrigado, também, a prestar uma caução de dois mil euros para continuar em liberdade. Está, ainda, proibido de frequentar locais relacionados com o consumo de droga e ‘levantar’ medicamentos de receitas que não estejam em nome próprio.

A investigação da GNR permitiu já relacionada este indivíduo com outros possíveis casos de compra de medicamentos com receitas falsas em outras localidades, nomeadamente do norte do País, por onde ia passado.

O jovem estava na posse de embalagens de Toseína. um analgésico derivado de morfina, que causa dependência quando misturado com outras substâncias, assumindo o nome de ‘Purple Drank’.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.