Covid-19: Costa Verde renova suspensão da atividade fabril até 3 de maio

2022
Fábrica Costa Verde (Vagos).
Smartfire 728×90 – 1

A cerâmica Costa Verde, com instalações fabris em Vagos, informou esta tarde que irá renovar a suspensão da sua atividade a partir desta segunda-feira e até 3 de maio.

A decisão da empresa de louça. que tem na exportação o destino de grande parte da sua produção, surge na “sequência da evolução epidemiológica da Covid-19, considerando as recomendações da Direção-Geral da Saúde e a revalidação da declaração de Estado de Emergência” determinado pelo Governo “bem como a paragem forçada da atividade nos mercados onde opera”.

Com cerca de 400 colaboradores, a Costa Verde aproveita para agradecer a colaboração recebida nesta fase de paragem forçada, lamentando “qualquer imprevisto ou constrangimento” que esteja a provocar.

Ao mesmo, a empresa entende apelar à solidariedade, “de forma a conseguirmos todos ultrapassar esta situação extraordinária e sem precedentes, mas que tem evidenciado valores como o trabalho de equipa, superação e solidariedade”.

Artigo relacionado

Covid-19 / Vagos : Cerâmica Costa Verde suspende atividade

Publicidade, Serviços & Donativos