Carros ‘históricos’ aceleram em setembro no 4º Rali Santa Joana

401
Rali Santa Joana 2019.

A organização do 4º Rali Santa Joana de 2019, que está agendado para 28 de Setembro, conta já com cerca de quatro dezenas de automóveis para alinhar à partida.

A partida está prevista para o centro da freguesia de Valongo do Vouga, no vizinho concelho de Águeda, com um percurso pela frente até à chegada a Aveiro que vai totalizar cerca de 280 quilómetros.

A prova volta a contar este ano para o Campeonato Nacional de Regularidade Histórica, pelo que está reservada apenas à participação de veículos que estejam matriculados até 31 de Dezembro de 1990.

O Clube de Automóveis Clássicos da Feira (CACF), entidade organizadora, informou que está previsto trazer a Aveiro automóvis “da década de 1970 em diante para um rali de regularidade mas para acelerar”.

Para pesquisar e comprar discos de travão, conheça a oferta disponível em autopecas-online.pt o site .

A prova de Aveiro é sucessora do antigo Rali Princesa Santa Joana, que conheceu grande êxito nos primeiros anos da década de 70.

O Rali Santa Joana é uma das quatro provas do calendário nacional de regularidade histórica até ao final do ano.

Uma prova constituída por um itinerário único que compreende um ou mais sectores de regularidade,com várias velocidades médias impostas, tendo quilometragem, locais de partida e chegada definidos.

Apenas são admitidos veículos históricos nas várias categorias.

O Clube de Automóveis Clássicos da Feira (CACF) integra o Classic Clube de Portugal, formado para “preservar a memória dos fenómenos relacionados com a história do Automóvel, promovendo eventos e serviços inovadores e de excelência para proporcionar a todos os que partilhem estes valores, momentos de lazer e satisfação.”

Rali Santa Joana, Aveiro.

Publicidade, Serviços & Donativos

O Notícias de Aveiro tem canais próprios para informação institucional ou não jornalística, nomeadamente o canal ‘Comunicados’, assim como informação útil ou promoções comerciais, como é o caso deste artigo, utilizando os canais ‘Iniciativas’, ‘Roteiro’ e ‘Aveiro Work Point’ »» ler estatuto editorial