Câmara de Estarreja apoia a associação de proteção de animais CÃOamor

541
Assinatura de protocolo de apoio a associação animal, em Estarreja.
Smartfire 728×90 – 1

O Presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Diamantino Sabina, e a Presidente da FAÇA ACONTECER – Associação CÃOamor, Marisa Lopes, assinaram o protocolo de colaboração financeira cujo objetivo é apoiar a associação na sua missão de melhorar as condições de vida dos animais de rua.

Um “protocolo fundamental para a vida da associação”, afirmou Marisa Lopes no passado dia 24 de setembro.

Constitui objeto do protocolo, a colaboração financeira com um valor de 5.000,00€ para apoio ao plano anual de atividades da CÃOamor. Sendo a única associação neste âmbito de atuação em Estarreja, a CÃOamor tem desempenhado um papel relevante ao acolher e alimentar animais, esterilizar, assegurar os cuidados veterinários, encaminhar para FAT – Famílias de Acolhimento Temporário e promover a adoção. A sua ação é importante também na sensibilização da população para a adoção responsável e esterilização de animais de companhia.

Por ano, a associação promove a adoção de cerca de 200 animais (cães e gatos), que “entregamos esterilizados. Não cobramos nada ao adotante e oferecemos o chip e a vacinação”, explica Marisa Lopes. Adiantou que, desde fevereiro, foram esterilizados 100 gatos. Um trabalho que representa custos avultados para a instituição que nasceu em 2015.

Neste momento, a CÃOamor privilegia a “CED – Captura, Esterilização e Devolução ao local dos gatos de colónia e cadelas de matilha que são esterilizados por nós. Vamos continuar com este trabalho que é muito importante para o controlo das populações”.

O aumento de animais errantes, cães e gatos essencialmente, um pouco por todo o país, realidade a que o Município de Estarreja não é alheio, conjugada com as atuais disposições legais, ainda em fase de transição e implementação, reforçam a importância da missão das associações de proteção dos animais. A sensibilização da população para esta área da saúde pública e para o bem-estar animal é também uma preocupação do Município.

Desta vez, foi o gato Hushy Morcego a deixar a sua impressão digital no protocolo. Ele e os seus dois irmãos recém-nascidos foram fechados num saco plástico e abandonados dentro de um ecoponto, em março. Foram resgatados pela GNR de Avanca e com a intervenção da FAÇA ACONTECER – CÃOamor sobreviveram e encontraram um lar.

Município de Estarreja

Publicidade, Serviços & Donativos