Cajó aborda saída do Beira-Mar após a Supertaça

720
Cajó, treinador do Beira-Mar.

O treinador Cajó remete declarações sobre a sua saída do comando técnico do Beira-Mar para o final da época e agradece o reconhecimento prestado por adeptos na sequência da dispensa tornada pública ontem pela direção.

“Sobre a minha saída do clube no final desta época, a única coisa que há para dizer neste momento é pedir aos adeptos que não deixem de apoiar o Beira-Mar, porque o clube precisa cada vez mais de vocês, daqueles que, desinteressadamente, apoiam o clube por paixão. Queria também agradecer todo o apoio manifestado após esta decisão da direcção e pedir que percebam que só falarei sobre o assunto após o jogo da Supertaça”, refere o técnico aproveitando a antevisão do jogo de amanhã no reduto do União de Lamas.

“O mais importante é o nosso clube e os momentos que se vivem e isso ninguém pode apagar”, acrescenta Cajó.

O treinador acredita que a equipa tem condições para conquistar os três pontos, “sabendo que é um adversário de valor, até porque se apresentou com os mesmos objetivos” que o Beira-Mar para esta época.

“Será, sem dúvida, um bom espectáculo de futebol, bastante disputado e que julgo que se irá decidir em pequenos pormenores”, diz Cajó.

O Beira-Mar, campeão e promovido ao Campeonato de Portugal, vem de dois empates consecutivos (nulo em Estarreja e 2-2 na receção ao Avanca).

Na última jornada, o União de Lamas treinado por Ricardo Suiço não foi além de uma igualdade (2-2) em Mourisca do Vouga (terceiro empate consecutivo), ocupando a sexta posição, com 54 pontos.

Resultados e classificação em https://www.zerozero.pt/edition.php?id_edicao=126251

Artigo relacionado

Direção do Beira-Mar assume mudança de treinador em busca de“mais estabilidade”

Publicidade, Serviços & Donativos