Beira-Mar: Após vitória na Pampilhosa, segue-se a estreia na Taça, frente ao Canedo

455
Ricardo Maia, treinador do Beira-Mar.
Dreamweb 728×90 – Video I

O treinador do Beira-Mar assumiu dificuldades em trazer os três pontos da deslocação à vila ‘ferroviária’, este domingo (0-1) a contar para a 14ª jornada da divisão de elite do futebol aveirense (zona sul).

“O Pampilhosa desde muito cedo mostrou que se satisfazia com empate, nas reposições de bola e na pouca acutilância que metia no ataque. Nós temos de jogar independente disso. Tivemos uma bela oportunidade no início do jogo, que poderia mudar a história do jogo. Fomos mais dominadores, com procura na profundidade, na medida em que estávamos a jogar contra o vento. Acumulámos, também bolas paradas que poderiam colocar-nos em vantagem. Não aconteceu”, comentou ao fazer a análise dos 45 minutos iniciais.

Depois do descanso, os aveirenses regressam com ordens para pressionar mais junto da baliza adversária, conseguindo, a custo, abalar o último reduto da casa. “Na segunda, sabíamos que íamos ter mais domínio, para criar mais dificuldades, mas o Pampilhosa manteve-se organizado e remetido ao seu meio campo. Fomos forçando, sem entrar em ansiedade com o passar dos minutos. Isso merece um elogio aos jogadores, pela procura do golo. Do lado contrário, assistimos a um desequilíbrio emocional que nos proporcionou a grande penalidade”, referiu Ricardo Maia.

A resposta do Pampilhosa com mais jogo direto e bolas paradas era esperada, mas os aurinegros foram controlando as investidas e defenderam a vantagem ‘magra’ até ao final, o que valeu a 13ª vitória. “São três pontos muito importantes, perante uma equipa que não tinha perdido em casa e era fundamental dar sequência à vitória da jornada passada”, sublinhou o ‘mister’ do Beira-Mar, admitindo que a equipa a partir de determinado momento quis segurar o resultado.

Artigo relacionado

Futebol distrital: ‘Ferroviários’ não travam beiramarenses (0-1)

Discurso direto

“A primeira parte foi equilibrada. O Beira-Mar costuma ser muito forte nos primeiros 20 minutos, aqui teve algumas dificuldades. Tacticamente estivemos perfeito, mas a equipa do Beira-Mar tem muito pontos de vantagens, vem descontraída, isso também lhe dá mais discernimento. Conseguimos, ainda assim, que não explorasse os seus aspetos mais fortes, principalmente nas alas, em que cria muitos problemas. Na primeira parte conseguimos isso. A segunda parte fica marcada pelo lance decisivo do jogo. O Beira-Mar quis mexer a partir do banco, esperei para ver o que podia fazer. Ganhou mais ascendente, nós revelámos algum cansaço. Não queríamos defender o zero a zero, mas a outra equipa tem qualidade, criou mais desequilíbrio. Defendo o meu atleta, mas é tão experiente e aquilo foi uma infantilidade. É o momento decisivo. O Beira-Mar conseguiu ficar em vantagem, é pena ter sido num lance daqueles num golo praticamente oferecido. Foi um jogo nem sempre competitivo, mas nem sempre bem jogado. Não ficamos satisfeitos com derrotas, até porque esperávamos ter nesta altura mais pontos” – Nuno Raquete, treinador do Pampilhosa.

Taça Distrital motiva primeira deslocação ao Norte para defrontar o Canedo

Segue-se a meio da semana a Taça Distrital, onde o Beira-Mar estreia-se com a primeira deslocação esta época para jogos com equipas da zona Norte, mais concretamente ao terreno do Canedo, equipa que conseguiu este domingo ir vencer no reduto do Paivense, até então segundo classificado, por 1-2.

“A confiança está cá deste lado. Não vale a pena dizer que o Canedo não é do top 4 ou que joga em sintético. Sabemos que vamos ter uma equipa muito competitiva pela frente, predominantemente física e com um estilo de jogo vertical que vai exigir de nós muita disponibilidade mental. Queremos ultrapassar a eliminatória, mas vai-nos exigir muita qualidade”, alertou Ricardo Maia, técnico que venceu o troféu da época 2018-19 pelo S. João de Ver. Já o Beira-Mar conquistou a Taça na época anterior.

Jogos da 5ª eliminatória da Taça Distrital de Aveiro

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.