BE denuncia falta de autorizações e financiamento para ampliação do hospital de Aveiro

1167
Hospital de Aveiro.

O Bloco de Esquerda (BE) reafirma que ampliação do Hospital de Aveiro “é incontornável” no quadro dos investimentos que “são necessários e prioritários para o centro hospitalar e para a região”.

Uma “obra necessária há muitos anos e que continua sem sair do papel”, lamentam os bloquistas em comunicado divulgado após uma reunião mantida esta tarde com a administração hospitalar em que estiveram presentes Moisés Ferreira e Nelson Peralta, deputados eleitos pelo distrito e recandidatos a 30 de janeiro.

Os eleitos foram informados que “apesar da elaboração de um plano funcional por parte do Centro Hospitalar, a ampliação ainda não teve autorização da Administração Regional de Saúde do Centro (ARS Centro) pelo que não se pode iniciar nem projeto nem empreitada”. Além disso, alerta o Bloco, apesar “da urgência desta ampliação, não existem ainda fontes de financiamento identificadas ou asseguradas”.

Para os bloquistas, “a forma como o Governo arrasta e protela este investimento prejudica o SNS e a região de Aveiro”, uma vez que a ampliação do hospital “é uma necessidade identificada há muito e não se pode aceitar que o Governo encontre subterfúgios burocráticos (de pedidos de autorização em cascata) para adiar a obra”.

O Bloco dá conta de outra “necessidade”, que é a falta de um centro de hemodinâmica no hospital de Aveiro. “Esta resposta é muito importante para, por exemplo, dar uma resposta rápida a vítimas de enfarte. Hoje em dia, alguém com um episódio deste tipo é transferido para Coimbra ou, quando Coimbra não consegue receber os doentes, é transferido para o Gaia ou para o Porto”, lamentam os eleitos do BE, adiantando que o projeto também “está dependente de autorizações superiores, como a ARS e o Ministério da Saúde”.

A finalizar, o BE refere que “o SNS deve ser uma prioridade nacional e, por isso, assume o compromisso de na próxima legislatura se bater na Assembleia da República pela concretização destes dois projetos no hospital de Aveiro”, investimentos que o PS “tem barrado” apresentando “subterfúgios burocráticos”.

Artigos relacionados

Ribau Esteves diz que PS não ajuda na “luta” pela ampliação do hospital de Aveiro

“Tudo está encaminhado” para financiamento da ampliação do Hospital de Aveiro, garante deputado do PS

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.