BE apostado em manter dois deputados pelo distrito mas também reforçar votação

361
Campanha eleitoral do Bloco de Esquerda (arquivo).
Dreamweb 728×90 – Video I

O Bloco de Esquerda (BE) pretende nas eleições legislativas antecipadas agendadas para o final de janeiro próximo renovar o mandato dos dois deputados eleitos pelo distrito e “reforçar” a votação do partido.

Objetivos traçados, esta manhã, por Moisés Ferreira, que volta a ser o cabeça-de-lista dos bloquistas.

Nas anteriores eleições, em 2019, o Bloco elegeu Nelson Peralta como segundo deputado por Aveiro.

“A nossa lista por Aveiro vai ao encontro das prioridades nacionais do partido, para continuar o trabalho que nós deputados do distrito temos estado a fazer no ambiente e na saúde”, sublinhou Moisés Ferreira num encontro mantido com a imprensa local após a reunião da mesa nacional realizada este domingo, que aprovou listas e programa eleitoral.

O deputado apelou ao voto garantindo que o partido dá “respostas” para a resolução de problemas em várias áreas, seja na saúde, na escola pública, na atividade laboral ou cultura.

“O PS rejeitou na discussão do Orçamento de Estado propostas para reforçar o SNS, melhorar as condições dos trabalhadores e acabar com os cortes nas pensões. Por querer rejeitar tudo isso, atirou o país para eleições legislativas e quer disputar exactamente isso. A única forma destas medidas, e tantas outras, na cultura e educação, serem aprovadas é com reforço do Bloco do Esquerda”, defendeu Moisés Ferreira.

Discurso direto

“Os temas nacionais têm reflexos diretos no distrito, se falarmos nas alterações climáticas ainda mais, é das zonas em maior risco da Europa por causa da subida do nível do mar e dos incêndios.  Temos de adaptar e proteger o território, mas também reduzir emissões, com mais transportes públicos, mais ferrovia, como a recuperação da Linha do Vouga. Na saúde, faltam profissionais em muitos centros de saúde, valências e capacidade de atendimento. Aprovámos o parque natural da Ria de Aveiro, proposta pelo Bloco, que queremos colocar no centro da campanha. Temos muitas indústrias com salário mínimo, que precisa de ser aumentado. As pessoas lembra-se da maioria absoluta do PS, que de arrogância absoluta e falta de respostas à população. Não querem voltar a isso, certamente” – Nelson Peralta.

7u78888888

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.