Aveiro: Quem vê a nova Avenida de forma “séria e objetiva sabe o quanto o ganho é objetivo” – Ribau Esteves

1830
'Ponte praça', Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

O presidente da Câmara de Aveiro desvalorizou, mais uma vez, os reparos críticos à ‘obra’ de renovação da Avenida Lourenço Peixinho, no centro da cidade. Sobre o ‘embelezamento’ da ‘ponte praça’, apesar de novamente questionado, manteve o segredo.

Na última Assembleia Municipal, Pedro Pires da Rosa, vogal do PS, afirmou-se “preocupado” com as condicionantes à circulação de viaturas em marcha de socorro, nomeadamente vindas do quartel dos Bombeiros Novos, que encontram o trânsito “empancado” nas proximidades do monumento ao ‘Soldado Desconhecido’, como já foi retratado nas redes sociais.

“Não tem de ser por ali. Tem de estar prevista uma forma de passarem”, alertou o deputado, para quem impõe-se encontrar alternativa, dado tratar-se de uma zona “de tráfego com muita afluência” e que está delimitada por pinos.

Pedro Pires da Rosa entende, também, que a obra da Avenida foi “mal calculada em relação às rotundas” (junto às ruas Oudinot e Alberto Souto), “que ninguém vê, porque é à face”, mostrando-se convencido que no futuro será necessário recolocar semáforos.

Na resposta, o presidente da Câmara não deu razão aos reparos.

“Não vamos recolocar os semáforos. A Avenida é uma opção que, quem a vai vivendo de uma forma tranquila, séria e objetiva, sabe o quanto o ganho é objetivo”, afirmou.

Já quanto às viaturas em marcha de emergência, como têm prioridade, “continuarão a circular”, confiando “completamente” nos motoristas das mesmas.

“Estou tranquilo, devemos encostar para a direita ou para a esquerda para a ambulância prosseguir a sua marcha de emergência e é assim que todos devemos proceder”, disse Ribau Esteves.

O deputado Pedro Pires da Rosa também voltou a questionar qual elemento decorativo ou arquitetónico “em concreto” que está a ser projetado para o centro da chamada ‘ponte praça’. “Andei à procura nos desenhos e encontro um esquisso mas nada do que vai ser”, disse.

No entanto, ainda não foi desta que Ribau Esteves deu pormenores, a não ser ironizar com as propostas ‘postadas’ pelo vogal socialista em jeito de sugestão no seu Facebook numa partilha humorística.

O edil adiantou apenas que não foi tomada a decisão final quanto “à obra de arte” a colocar no emblemático local, estando a ser trabalhadas propostas de “bons artistas” para uma intervenção que permitirá fruir a ‘ponte praça’ não só à superfície como a quem passa por baixo a navegar pelo canal (ver declarações abaixo).

Artigos relacionados

Aveiro: Críticas à funcionalidade da nova avenida “não fazem sentido” – Ribau Esteves

Aveiro: Câmara anuncia novas fases de trabalhos na Avenida e no Rossio

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.