Aveiro: Estrada dique fica meio milhão de euros mais cara para corrigir deslizamento ocorrido no final da obra

8954
Rua do Sal, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Câmara de Aveiro vai ter de realizar uma “obra de estabilização” do enrocamento da chamada Rua do Sal (estrada dique), ao longo do canal norte das salinas, na zona afectada pela erosão das correntes, que esteve na origem, no final de junho passado, do “deslizamento” de uma parte do pavimento para o leito da ria (cerca de 20 metros de extensão), com recurso a “pedras de grandes dimensões), numa intervenção “complementar” que rondará entre 450 e 500 mil euros.

Informações transmitidas pelo presidente da edilidade, esta tarde, durante o período antes da ordem do dia da reunião pública do executivo.

De acordo com Ribau Esteves, os trabalhos, que deverão arrancar na segunda quinzena deste mês, com recurso a barcaças, não impedem a abertura do acesso pedonal e ciclável esta sexta-feira, garantindo todas as condições de segurança para a circulação das pessoas.

Para o vereador Manuel Oliveira de Sousa (PS), a decisão de fazer o reforço de pedra torna mais evidente que “houve uma asneira” na empreitada, criticando, ainda, a abertura da estrada sem a correção necessária, o que atribuiu a motivos eleitoralistas.

O presidente da Câmara afastou falhas de projeto ou durante os trabalhos, reafirmando que, pelas informações recolhidas, o deslizamento resultou de “uma situação absolutamente imponderável”.

O que aconteceria também, “num exercício de probabilidade, do qual falta a prova”, mesmo sem realizar a obra, atendendo a que é conhecido existir “um poço que está gerado” naquela zona criado pelas correntes ao longo do tempo.

Ribau Esteves refutou a acusação eleitoralista, lembrando que a conclusão da estrada dique já foi assinalada com uma primeira abertura ao público em julho aquando da tradicional regata de moliceiros Torreira – Aveiro.

Oliveira de Sousa insistiu que “a obra correu mal” e obrigou, após o deslizamento, a “enterrar toneladas de pedra à pressa, sem se saber ainda quem vai pagar” aquela intervenção, reafirmando ser contrário a assinar o auto de receção provisória e parcial da empreitada e consequente abertura da rua “sem concluir os trabalhos em falta”.

Transmissão vídeo da reunião da Câmara de Aveiro.

Artigos relacionados

Aveiro: Câmara avalia estado do enrocamento da estrada dique após “deslizamento” de talude para a ria

‘Estrada dique’ junto ao salgado de Aveiro adjudicada por 1,8 milhões de euros

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.