Aveiro é uma das três universidades portuguesas nas alianças de universidades europeias

928
Universidade de Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

As Universidades de Aveiro, Porto e Lisboa fazem parte das primeiras 17 alianças de “Universidades Europeias” anunciadas hoje pela Comissão Europeia (CE).

Um programa lançado para “promover a qualidade e atratividade do ensino superior europeu e fomentar a cooperação entre as instituições, os alunos e o pessoal” das universidades.

Das 54 candidaturas recebidas, foram selecionadas 17 universidades europeias, num total de 114 estabelecimentos de ensino superior de 24 Estados-Membros, com base numa avaliação realizada por peritos externos independentes, incluindo reitores, professores e investigadores.

“As Universidades Europeias são alianças transnacionais de estabelecimentos de ensino superior de toda a União Europeia (UE) que partilham uma estratégia de longo prazo e promovem os valores e a identidade europeus. A iniciativa visa reforçar significativamente a mobilidade dos estudantes e do pessoal e promover a qualidade, a inclusão e a competitividade do ensino superior europeu”, explica um comunicado da CE.

No total, está disponível um orçamento máximo de 85 milhões de euros para as primeiras 17 Universidades Europeias . Cada aliança receberá até 5 milhões de euros nos três anos seguintes para implementar os seus planos e “começar a mostrar o caminho a outros estabelecimentos de ensino superior em toda a UE”.

Discurso direto

“Congratulo-me por ver a ambição das primeiras17 Universidades Europeias, que funcionarão como modelos para as outras em toda a UE. Permitirão às próximas gerações de estudantes adquirir uma experiência da Europa, estudando em diferentes países. Estou convencido de que esta iniciativa, que constitui um elemento essencial do Espaço Europeu da Educação, constituirá um verdadeiro fator de mudança para o ensino superior na Europa, promovendo a excelência e a inclusão” – Tibor Navracsics, Comissário da Educação, Cultura, Juventude e Desporto.

“A Universidade de Aveiro é uma das primeiras Universidades Europeias reconhecidas e financiadas pela Comissão Europeia. O sucesso da proposta do Consórcio Europeu de Universidades Inovadoras, de que somos membros fundadores desde 1998, confirma a atualidade e importância dos princípios a que a Universidade de Aveiro se tem mantido fiel há 45 anos: a internacionalização e a relação com a região. A Universidade Europeia é mais um passo na afirmação além-fronteiras da Universidade de Aveiro e permitirá proporcionar aos nossos estudantes uma experiência internacional mais rica. As universidades que integram esta Universidade Europeia têm em comum a preocupação com a região e a ligação ao tecido empresarial. Estas características foram importantes para o sucesso da candidatura, mas eu quero destacar o esforço de todos os que ao longo de 45 anos dedicaram as suas vidas a este projeto ambicioso e voltado para o futuro: a Universidade de Aveiro” – Paulo Jorge Ferreira, reitor da UA.

Programa das “Universidades Europeias”

As Universidades Europeias tornar-se-ão campus interuniversitários em torno dos quais os estudantes, os doutorandos, o pessoal e os investigadores podem circular sem barreiras. Reunirão os seus conhecimentos especializados, plataformas e recursos para a realização de programas ou módulos comuns que abranjam várias disciplinas. Estes programas serão muito flexíveis e permitirão aos estudantes personalizar a sua educação, escolhendo o que querem estudar, onde e quando fazê-lo, e onde obter um diploma europeu. As universidades europeias contribuirão também para o desenvolvimento económico sustentável das regiões onde se encontram, uma vez que os seus estudantes irão trabalhar em estreita colaboração com empresas, autoridades municipais, académicos e investigadores para encontrar soluções para os desafios que as suas regiões enfrentam.

Publicidade, Serviços & Donativos