‘Pirata’ da TV cabo fornecia uma centena de clientes em Anadia

1555
Televisão por cabo (imagem genérica).
Dreamweb 728×90 – Video I

A Polícia Judiciária (PJ) identificou e deteve em flagrante delito, no concelho de Anadia, um indivíduo com 49 anos “pela prática dos crimes de burla informática agravada, acesso ilegítimo e usurpação de direitos de autor e direitos conexos”, o que era feito através do chamado método de ‘cardsharing’.

O detido, adianta um comunicado, “criou e mantinha em funcionamento uma estrutura própria e ilícita de disponibilização do serviço protegido de televisão, angariando os clientes, disponibilizando-lhes os acessos e recebendo em seu benefício os pagamentos acordados”.

A estrutura compreendia servidores instalados no exterior, em Itália e na República Checa.
“Através deste método mais de uma centena de clientes acedia ilegitimamente, no momento da ação policial, ao sinal de TV protegido sem que os operadores nacionais que o disponibilizam estivessem a receber o preço que lhes é devido, o que resulta em prejuízo destes e do próprio erário público, através da ausência de liquidação das correspondentes receitas fiscais”, refere a PJ de Aveiro.

Buscas permitiram apreender “relevantes elementos de prova, de que se destaca o sistema informático dedicado à gestão dos clientes com permissão de acesso aos servidores.”
O detido vai ser presente às Autoridades Judiciárias, na Comarca de Aveiro, para primeiro interrogatório judicial e fixação das adequadas medidas de coação.

Publicidade, Serviços & Donativos