Aveiro/ Competências: Proteção animal e saúde ficam para outra altura

508
Assembleia Municipal, Aveiro (arquivo).
Dreamweb 728×90 – Video I

“Agora vai em frente, vamos cumprir de certeza absoluta”. O presidente da Câmara de Aveiro mostrou-se confiante na execução do projeto de melhoramentos do Museu de Santa Joana, orçado em 1,6 milhões de euros e com financiamento de fundos europeus.

Compromisso renovado na Assembleia Municipal, segunda-feira à noite, durante a discussão e votação do ponto relativo à transferência de mais competências no âmbito do processo de descentralização.

Ribau Esteves mostrou-se satisfeito com o desempenho da nova diretora regional da Cultura do Centro, Suzana Meneses, que, embora nomeada para o cargo há pouco tempo, tornou possível normalizar as relações com o município e “fazer trabalho em parceria”.

O Museu Santa Joana e, mais recentemente, a Igreja das Carmelitas, estão já sob alçada municipal.

Do novo pacote do processo de descentralização, a autarquia aceitou acolher competências, além da área da cultura, ainda na educação, nesta última também a nível intermunicipal.

O eleito do PAN, Rui Alvarenga, defendeu que a Câmara deveria “arrancar já” no tocante à proteção e saúde animal, independentemente de ainda decorrer o processo de contratação do veterinário municipal. Lamentou, também, que o executivo não esteja a aproveitar apoios disponíveis, nomeadamente para esterilização de animais de companhia errantes.

A área da saúde, fica, nesta fase, a aguardar melhores definições governamentais, nomeadamente em termos orçamentais. O PS, através de Fernando Nogueira, não vê motivos para não se seguir o passo dado com a educação.

O presidente da Câmara espera que o Governo cumpra compromissos financeiros no âmbito da melhoria das unidades de saúde. A médio prazo, a aposta será contratualizar obras no centro de saúde na cidade ou estudar um novo edifício.

Publicidade, Serviços & Donativos