ASM fornece plataformas para o novo parque eólico offshore

1495
Grupo A. Silva Matos, Sever do Vouga.
Comercio 780

A ASM Industries (Grupo A. Silva Matos) ganhou um contrato de fornecimento de duas plataformas para o novo parque eólico offshore em Viana do Castelo.

O maior produtor português de torres eólicas e fundações offshore foi selecionado no âmbito do projeto WindFloat Atlântico.

A produção dos equipamentos já está a decorrer e a entrega das plataformas está prevista para junho de 2019.

“Uma clara vitória da nossa estratégia em querer posicionar a ASM Industries entre os principais fornecedores da Europa de equipamentos metálicos para o setor da Energia, nomeadamente torres eólicas, fundações offshore e estruturas marítimas”, destaca Adelino Costa Matos, CEO da ASM Industries, citado numa nota de imprensa.

O Grupo A. Silva Matos está a investir um total de 40 milhões de euros em duas novas unidades, em Setúbal e Aveiro, para fabricar estruturas offshore em série, atendendo a que se trata de “uma área estratégica e com um potencial a explorar.”

O projeto WindFloat Atlântico, detido pela empresa Windplus, tem previsto entrar em operação no verão de 2019, e tem como finalidade o aproveitamento da energia eólica offshore, através de uma tecnologia inovadora da empresa Principle Power. É constituída por três plataformas flutuantes semi-submersíveis e triangulares, onde assenta uma turbina eólica com 8.4 MW (megawatts) de capacidade de produção.