Alerta de cheias na zona ribeirinha de Águeda / EDP alerta para aumento de descargas da barragem de Ribeiradio no Rio Vouga

4434
Foto do Facebook do jornal Soberania do Povo.
Dreamweb 728×90 – Video I

“É muito provável” que aconteçam inundações até ao final da tarde na zona baixa da cidade de Águeda, devido à subida do caudal do rio, engrossado pela chuva intensa nas últimas horas.

A bacia hidrográfica de Águeda surge referenciada no “alerta de cheias” feito pela Proteção Civil para “zonas com histórico” de subida do nível das águas.

O aviso foi deixado pelo comandante Pedro Nunes em conferência de imprensa da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civl (ANEPC)

Desde as 14:00 de ontem e até às 12:00 de hoje tinham sido registadas 1800 ocorrências no País relacionadas com a depressão Elsa, sobretudo queda de árvores, estruturas e inundações. Aveiro figura entre os distritos mais afectados.

As condições meteorológicas devem melhorar “significativamente” apenas a partir da tarde de sábado.

O jornal Soberania do Povo partilhou imagens do rio na baixa de Águeda ao início da tarde.

Várias zonas do centro da cidade e outras zonas ribeirinhas do concelho (Fermentelos, Espinhel, Oronhe, Ois da Ribeira) ficaram inundadas por falta de escoamento das águas pluviais, obrigando a cortar estradas locais.

Trânsito condicionado na Mealhada

Mais a sul da região, a autarquia da Mealhada informa que foi forçado a condicionar a circulação automóvel ou até mesmo a cortar o trânsito em algumas estradas do concelho devido a inundações. O plano municipal de proteção civil foi ativado.

Barragem de Ribeiradio aumenta descarga de água para o Rio Vouga

A meio da tarde, a Junta de Freguesia de Eixo e Eirol, no concelho de Aveiro, divulgou um alerta da EDP a informar que o a barragem de Ribeiradio, em Sever do Vouga / Oliveira de Frades vai aumentar a descarga de água de 450m3 por segundo para cerca de 650 m3 por segundo. Face ao aumento previsível do caudal do Rio Vouga, foi dada a recomendação de “acompanhamento e aviso das populações”.

Artigo relacionado

Quedas de árvores e inundações deram muito trabalho aos bombeiros da região

Publicidade, Serviços & Donativos