Albergaria-A-Velha: Fogo florestal próximo da zona industrial afecta trânsito no IC2

7498
Bombeiros de Estarreja no incêndio florestal de Albergaria-A_Velha (7-09-20).
Dreamweb 728×90 – Video I

Um fogo florestal que deflagrou no lugar de Fradelos, freguesia da Branca, concelho de Albergaria-A-Velha, estava a ser combatido, pelas 18:30, por 233 operacionais com apoio de 74 viaturas e três meios aéreos. O presidente da Câmara atribuiu os incêndios a mão criminosa.

O alerta foi dado pelas 15:10. Devido ao vento, as chamas lavravam com intensidade em terreno de povoamento florestal e alcançaram o perímetro da zona industrial, obrigando a GNR a cortar, até ao final da tarde, o IC2, com desvio do trânsito para a A1, EN 109 e EN 16.

A circulação de comboios na Linha do Vouga também foi suspensa.

O incêndio que mais meios mobilizava esta tarde na região de Aveiro em dia de elevado risco, atendendo à temperatura alta, foi dado como em resolução pelas 18:50.

Info atualizada em https://fogos.pt/fogo/2020010064958

Ainda em Albergaria-A-Velha, registava-se, no sul do concelho, outro fogo florestal, na zona do Fial (freguesia de Alquerubim). As chamas deflagraram pelas 16:46. Cerca das 17:40 entrou em fase de resolução.

Info atualizada em https://fogos.pt/fogo/2020010064981

O Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) aguardava a chegada de um grupo de Coimbra e outro de Lisboa para reforçar os meios de combate durante as próximas horas.

“Não tenho dúvidas que foram fogos colocados” – António Loureiro (presidente da Câmara de Albergaria-A-Velha).

“Temos três incêndios. Não tenho dúvidas que foram fogos colocados. Um nasceu na Senhora do Socorro, a nascente, passou a estrada, e o IC2, que está interrompido entre o cruzamento da Volvo até ao cruzamento de Soutelo, na Branca. O incêndio passou o IC2. Anda em duas frentes. Na segunda frente, a Norte, anda entre duas empresas, a Mazel e a Sotavinhos.
Pelas 16:45, surgiram mais dois focos de incêndio, em Alquerubim, na zona do Fial. É fogo posto, nitidamente. É uma diferença de 10 quilómetros do que começou a nascente da estrada da Senhora do Socorro. Os meios, com dois incêndios, começam a ser difícil de gerir. O fogo anda na zona industrial, os bombeiros estão a fazer um trabalho excepcional, felizmente não atingem as fábricas. Com a mudança de vento e projeções, tem sido muito difícil para os bombeiros, começam a não ter mais recursos. Não se registaram incidentes, felizmente.”

O Jornal de Albergaria partilhou fotografias do fogo florestal quando estava em curso.

Publicidade, Serviços & Donativos