Aveiro: Manuel Oliveira de Sousa reforça garantias sobre o Rossio e constata “os mesmos lamentos” de há 4 anos em Oliveirinha

888
Coligação PS-PAN, Oliveirinha, Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

Manuel Oliveira de Sousa (PS-PAN) terminou a semana com um novo esforço para manter o apoio de contestatários do projeto do Rossio que possam ter ficado com dúvidas de tomadas de posição recentes.

“A coligação ‘Viva Aveiro’ não vai ceder: connosco o Rossio nunca será um deserto com estacionamento subterrâneo”, garantiu, de forma mais clara, o cabeça-de-lista ao intervir esta sexta-feira à noite no edifício-sede da Junta de Oliveirinha na apresentação dos candidatos locais, mas sem adiantar, em concreto, como.

O Bloco de Esquerda tinha posto em causa a determinação do PS-PAN e foi mais longe, mostrando ser favorável para, em caso de falhanço de eventual negociação com o consórcio, a Câmara pagar uma indemnização pela alteração do projeto.

A declaração menos assertiva de Manuel Oliveira de Sousa sobre o Rossio no debate autárquico do Jornal de Notícias, em que, embora reafirmando oposição à cave, ressalvou não poder “dizer de qualquer maneira ‘pára tudo’ e fica lá um buraco”, por razões de “sensatez, seriedade e consensos” para “governar Aveiro”, foi difícil de digerir internamente, obrigando a controlar danos e emitir um comunicado.

Artigo relacionado

Aveiro: BE defende negociações com consórcio do Rossio para abandonar cave de estacionamento, mesmo que seja preciso pagar

Esta sexta-feira, o cabeça-de-lista assegurou existir confiança no seio da coligação que tem em David Iguaz, o principal rosto do movimento contra o parque subterrâneo, a sua aposta para a Junta da Glória e Vera Cruz “Fazemos um diálogo sério e frontal, não cedemos, não é com isto que nos vão apanhar, estragar o trabalho de ambos”, lamentando o uso como “arma de arremesso político” da ausência nos últimos dias do candidato independente por motivos de saúde da mãe.

“Quiseram apertar uma pessoa séria, lutadora e honesta que está verticalmente a lutar pelo seu bairro, pela sua terra, pela sua freguesia. Obrigado David, obrigado ‘Movimento Cidadãos por Aveiro’. Não vamos parar esta luta que é provocada por um indivíduo que impôs uma ideia e que nós temos de acabar com ela”, afirmou Manuel Oliveira de Sousa que teve a assistir no auditório João Labrincha, cabeça de lista do BE em Oliveirinha.

Na passagem pela freguesia tradicionalmente de maioria de direita, o vereador do PS lembrou os benefícios a tirar da nova ligação Aveiro – Águeda, em que o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, “investiu tudo para ser uma realidade”.

Manuel Oliveira de Sousa constatou, também, que, quatro depois, ainda continuam a ouvir-se localmente “os mesmos lamentos”, nomeadamente da falta de transportes, nos quais se comprometeu “a não gastar um cêntimo mas a investir tudo o que for necessário”.

Uma freguesia que pretende ver beneficiada, igualmente, com “a primeira prioridade” da coligação, que passa pela a melhoria da habitação. E onde se compromete, também, a fazer recuar a pretensão da Carta Educativa de agregar as escolas de Oliveirinha num mega agrupamento escolar.

Tornar Oliveirinha “um lugar onde valha a pena viver”

Andreia Baptista, candidata à Junta, desvalorizou não ser residente na freguesia que pretende governar, mostrando-se empenhada em “trabalhar para sentir empatia” da população e “partilhar das suas tristezas e alegrias”, tornando Oliveirinha “um lugar onde valha a pena viver, não um dormitório”.

Artigo relacionado

Aveiro / PS: David Iguaz concorre à Glória e Vera Cruz / Élio Maia organiza lista em S. Bernardo

O programa eleitoral que irá seguir para os residentes “pensa nas pessoas a longo prazo”, com propostas de requalificação do património local, das habitações devolutas, medidas “focadas em fixar moradores”, com garantia de transportes, limpeza para acabar com “selvas urbanas”, mais atenção à segurança pública, uma “secção de apoio social” para pessoas fragilizadas. Propõe incrementar o trabalho com associações, gerando “sentido de comunidade”, “atenção aos seniores e aos jovens”, para que estes não tenham de sair da freguesia para ocupações.

Queixas junto da Comissão Nacional de Eleições (CNE) por eleitoralismo

João de Sousa, diretor de campanha da coligação, insurgiu-se contra o aproveitamento eleitoral que garante estar a ser feito pela maioria de direita, nomeadamente em inaugurações.

Anunciou, por isso, o envio de três queixas junto da CNE denunciando situações relacionadas com o aproveitamento de meios de associações e das próprias “como instrumento” de propaganda eleitoral, assim como a “utilização abusiva” de meios institucionais da autarquia e das freguesias com o mesmo fim.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.