Violência doméstica: Sexagenário condenado a três anos e 10 meses de prisão efetiva

393
Tribunal de Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

Um septuagenário residente em Águeda foi condenado no Tribunal de Aveiro a três anos e 10 meses de prisão, em cúmulo jurídico, por crimes praticados em contexto de violência doméstica de que foi vítima a esposa.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

O arguido, empresário reformado de 74 anos, irá permanecer em prisão preventiva (medida de coação a que foi sujeito após detenção pela GNR) a aguardar o trânsito em julgado do processo.

O coletivo deu por provado grande parte dos factos imputados, deixando, no entanto, ‘cair’ crimes de ofensas à integridade física, coação e posse de arma ilegal.

O homem acabaria condenado por um crime de violência doméstica (três anos e nove meses) e dois crimes de injúrias (um mês e 15 dias cada). Terá ainda de pagar à vítima uma compensação financeira de 5.000 euros.

O genro foi uma das testemunhas da acusação que prestou declarações no julgamento, relatando episódios violentos ocorridos no seio familiar. “Foram 70 anos a levar pancada”, afirmou ao retratar os maus tratados infligidos pelo arguido à sogra.

Artigo relacionado

GNR apreendeu armas a septuagenário suspeito de violência doméstica

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.