Unidade de Saúde Local: PS de Ovar exige demissão do Ministro da Saúde

1047
Hospital de Ovar.

O PS Ovar “exige” a demissão do ministro da Saúde enquanto o executivo do PSD “subscreve referenciação de Ovar ao Hospital de Aveiro”. Os socialistas vareiros voltam a manifestar insatisfação “na sequência das mais recentes notícias veiculadas sobre a referenciação de Ovar e da sua população à Unidade Local de Saúde (ULS) de Aveiro, em detrimento da ULS Entre Douro e Vouga (Feira)”.

Em comunicado, a concelhia vareira diz que “não pode deixar de condenar esta decisão, bem como não se esquece que todos os esforços feitos pelo PS Ovar e pelos deputados do PS eleitos por Aveiro, assim como por outras forças políticas”, lamentando que tenho sido “sistematicamente destruídos por uma ‘conjugal’ afinidade entre a Câmara Municipal de Ovar, a Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro e o Ministério da Saúde, liderado pelo Ministro, Manuel Pizarro e Fernando Araújo.”

Por isso, “é com profunda tristeza e preocupação que, em face de tão desastrosa decisão, vemos o futuro dos Cidadãos do Concelho de Ovar, em matéria de assistência e cuidados de Saúde, negro e sem a qualidade e dignidade que merecem.”

Artigo relacionado

SNS sofre “grande reforma” em 2024 e fica organizado em 39 Unidades Locais de Saúde

O PS recorda que demarcou-se do Governo e do PS Nacional nesta matéria, assim como do atual executivo municipal, “por não ter tido a coragem e a vontade de afrontar com vigor o poder político central e distrital, sob a obediência a interesses desconhecidos, mas que o futuro se encarregará de esclarecer.”

A finalizar, e tendo em conta a forma como o processo foi desenvolvido, a estrutura local do partido “exige” ao Governo e ao PS Nacional a demissão do Ministro da Saúde, bem como a demissão do presidente da Câmara “pela inércia na defesa do Povo Vareiro no acesso ao seu maior bem, a Saúde.” A decisão deveria ter sido precedida por uma “discussão pública clara e aberta” e não com “posições ambíguas e distintas para a praça pública e outras para as discussões em Gabinete”. O PS conclui garantindo que irá pugnar por “reverter tão prejudicial decisão para o nosso Povo”.

Artigo relacionado

Ovar: Ministro da Saúde garante “livre escolha” na referenciação hospitalar

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

Comercio 780