Ovar: Ministro da Saúde garante “livre escolha” na referenciação hospitalar

392
Hospital de Ovar.
Dreamweb 728×90 – Video I

O ministro da Saúde está disposto a atender exigências colocadas pela Câmara de Ovar para aceitar que o concelho integre a futura Unidade de Saúde Local (USL) da Região de Aveiro. Ainda assim, a abertura manifestada não responde a todas as condições colocadas.

A informação chegou na resposta a um ofício enviado pela autarquia ao titular da pasta, com conhecimento ao diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS), tendo sido divulgada em reunião recente de executivo municipal.

“Deixando para outro fórum o debate das múltiplas questões técnicas colocadas, cumpre-me renovar o compromisso de que, qualquer que seja o modelo a adotar, será assegurada aos cidadãos de Ovar a livre escolha na referenciação para cuidados diferenciados, incluindo para unidades hospitalares que não integrem a futura ULS da região de Aveiro, designadamente o Hospital de S. Sebastião – Santa Maria da Feira, ou o Hospital de Vila Nova de Gaia”, garantiu Manuel Bizarro.

Segundo o ministro da Saúde, esta livre escolha será realizada “com absoluta naturalidade” no caso das consultas externas, cirurgia ou Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT), e funcionará também, “com adequada articulação com o INEM, em relação ao Serviço de urgência”. Manuel Bizarro espera que as garantias do Governo possam “reforçar a tranquilidade com que trabalhamos neste processo”.

Para o presidente da Câmara, Salvador Malheiro, “o teor da comunicação”, ainda não responde “às nossas preocupações e demonstra que estará decidida a integração de Ovar na ULS da Região de Aveiro”. Por isso, impõe-se que a autarquia “se pronuncie, expressando a sua não concordância com a decisão de integração na ULS da Região de Aveiro, e que a referenciação deve ser instituída em diploma legal.”

Artigo relacionado

Ovar condiciona aceitar competências da saúde à referenciação hospitalar para Norte

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.