Ovar condiciona aceitar competências da saúde à referenciação hospitalar para Norte

999
Paços de Concelho, Ovar.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Câmara de Ovar aceita que o concelho integre a futura Unidade de Saúde Local (USL) da Região de Aveiro, embora com uma exigência muito clara: a população residente terá de ficar com o Norte como hospital de referência, no caso o CHEDV.

Artigos relacionados

Ovar: Câmara assume “desacordo” com integração na Unidade Local de Saúde da Região de Aveiro

Governo concorda com referenciação hospitalar da população de Ovar para Norte

O ponto de situação mais recente foi feito pelo presidente da edilidade na última Assembleia Municipal, depois de questionado por deputados sobre este assunto, que tem gerado muita polémica localmente.

Salvador Malheiro (PSD) lembrou que a vereação tem debatido regularmente as propostas feitas pelo Governo, que estão longe de merecer consenso em Ovar, adiantando os desenvolvimentos mais recentes após auscultar os seus pares de executivo, incluindo os eleitos do PS.

“Tivemos uma reunião com o senhor ministro e, recentemente, uma reunião com uma equipa do ministro da saúde em Ovar. Eles estão muito interessados que a Câmara assine a delegação de competências no âmbito da saúde. Nós abrimos essa porta se cumprirem connosco”, explicou. o edil, adiantando que a exigência “era Ovar fazer parte da ULS do Entre Douro e Vouga ou, na pior das hipóteses, fazendo parte da ULS de Aveiro, haver a questão da referenciação completamente esclarecida, em decreto lei, para garantir essa referenciação para Norte, sem qualquer tipo de penalização”.

“Nós dissemos que caso isso acontecesse, na nossa boa fé, estaríamos prontos para analisar com muita vontade a transferência de competências no âmbito de saúde. Querem muito que Ovar assine e nós também fomos muito claros: ainda há questões de pormenores, mas resolver-se-ão com muita facilidade se o Ministério da Saúde cumprir a sua palavra”, acrescentou Salvador Malheiro. A autarquia fica a aguardar pela resposta da tutela.

Ainda no âmbito da saúde, o autarca deu conta da sua “perplexidade” com a entrega â Câmara de fundos comunitários pelos encargos da construção da Unidade de Saúde Familiar de Aradas (140 mil euros) deixando as instalações fechadas por falta de recursos humanos.

Artigo relacionado

Criação de Unidade Local de Saúde (ULS) da Região de Aveiro merece apoio da CIRA

Autarca da Feira diz que Unidade de Saúde Local é “boa solução”

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.