UA lidera projeto para restauração de ecossistemas marinhos

605
Investigação de recursos marinhos.

Um consórcio liderado pela Universidade de Aveiro (UA), que integra, entre outras entidades, o Porto de Aveiro “vai investir 8,5 milhões de euros num projeto de inovação para a restauração dos ecossistemas marinhos e costeiros e aumento da resiliência climática na bacia do Ártico e do Atlântico.”

“No âmbito da Missão Oceano do programa Horizonte Europa da Comissão Europeia, o projeto A-AAgora – Atlantic and Artic basin lighthouse – restoration of marine and coastal ecosystems and increased climate resilience visa definir e implementar um plano para a Ágora Atlântico-Ártica que incorpore as Soluções Baseadas na Natureza desenvolvidas através de demonstração e uma estrutura de gestão validada”, refere um comunicado.

A empresa de consultoria de inovação portuguesa INOVA+ “coordenou preparação e desenvolvimento da candidatura ao programa-quadro europeu”.

“Laboratórios Vivos” e parceiros

» O projeto tem como principal objetivo implementar três demonstradores do modelo, verdadeiros Laboratórios Vivos, em Portugal, Irlanda e Noruega. O projeto preconiza a ampliação dos resultados e boas práticas dos três demonstradores, a partir dos quais serão promovidas sinergias de intercâmbio entre investigadores, decisores políticos e a indústria;

» O consórcio é constituído por 30 parceiros, entre as quais 12 entidades portuguesas, destacando-se a consultora de inovação INOVA+, a líder Universidade de Aveiro, a Universidade Nova de Lisboa, o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA), Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR Centro) ou a Administração do Porto de Aveiro (APA).

Discurso direto

“O A-AAgora procura explorar ao máximo as sinergias entre as Missões da Comissão Europeia, tendo por foco a restauração do ecossistema marinho e comunidades costeiras particularmente vulneráveis ​​aos riscos de aumento do nível do mar. Estes, necessitam com urgência de se adaptar por forma a garantir à população e infraestruturas um reforço da segurança e resistência a intempéries. Esta aprovação permitirá a Portugal marcar desde já um posicionamento estratégico neste programa e futuras convocatórios no âmbito da “Missão na área dos Oceanos, mares e águas costeiras e interiores saudáveis” – Hugo Faria, Research&Innovation Team Leader da INOVA+.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.