Teorias da conspiração

1046
Imagem retirada do site www.healio.com.

Na Internet circula a informação de que a Covid-19 já matou mais de cinco milhões de pessoas no mundo.

Por Brasilino Godinho *

Parece que ninguém relaciona a calamidade com as afirmações de Bill Gates, outros magnates norte-americanos, Christine Lagarde e até do deputado português Peixoto (este beneficiando da tácita concordância dos repúblicos da Assembleia, dos ditos), proferidas em 2018 de que havia no mundo um exagerado número de idosos – o que obrigava, com urgência, a inverter tal situação.

E se assim pensaram, não perderam tempo em concretizar o maldito intento. Com os terríveis resultados que se conhecem parcialmente; pois que jamais haverá conhecimento da imensa mortandade causada pela Pandemia Covid-19.

Uma vez que admito o agrado com que a actual situação pandémica está sendo encarada por tais personagens, lanço uma pergunta: quantos mais milhões de pessoas terão de morrer para satisfazer tais criaturas e elas ficarem empanturradas de fabulosos lucros que a criação laboratorial (que será sempre negada) do coronavírus e as vendas das vacinas – e também dos futuros medicamentos – lhes proporciona desde há dois anos?

Devo prevenir os leitores: de que os “amigos da onça”, os “testas de ferro”, os coniventes, os morcões, os avençados e os idiotas de serviço dependentes dos Donos Disso Tudo” (relacionado com a pandemia), depois de lerem o que precede, de imediato, virão à praça pública indignados, rancorosos, desavergonhados, subservientes, atrevidos, malcriados, agressivos, vociferar e escrever: “LÁ VEM ELE COM A TEORIA DA CONSPIRAÇÃO”.

Ano novo – Vida renovada

Ano a chegar ao fim… passo natural
De cada vida no seu tempo de ser;
Foi troço do caminho por percorrer
Que, parecendo longo, é curto – afinal!

Autores-figurantes do teatro real,
Atentos… ou distraídos… pelo querer
E, muitas vezes, sem disso aperceber…
Fomos partes do Bem e sujeitos do Mal.

Ano Novo difere: é luz de alvorada
Que alarga horizontes, cria esperança
Numa vida de paz bem-aventurada.

Por nós, do coração, em fraternidade,
Desejamos que, num clima de confiança,
Tais votos tomem forma na realidade!

* Doutorado em Estudos Culturais, autor. https://www.facebook.com/brasilino.godinho

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.